Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Conheça as 10 áreas da medicina mais bem pagas do mercado Conheça as 10 áreas da medicina mais bem pagas do mercado

Conheça as 10 áreas da medicina mais bem pagas do mercado

O curso de medicina é um dos mais pesquisados entre os estudantes que estão em busca de uma boa e futura estabilidade financeira. A profissão ocupa o topo do ranking das mais bem pagas no Brasil, de acordo com um levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

Em praticamente todas as carreiras, a especialização pode ser um fator importante para melhorar o ganho salarial, e alguns deles são levados em conta: experiência, formação e região. Pensando nisso, criamos um conteúdo para ajudar você, que está em dúvida sobre qual área da medicina pretende seguir, confira.

Quais são as principais áreas da Medicina?

especialização em Medicina é uma alternativa para quem está iniciando a carreira e busca trabalhar em um único segmento para se dedicar com eficiência àquilo que gosta e se identifica, ou apenas deseja se diferenciar no mercado de trabalho para melhores opções.

Hoje existem mais de 50 especialidades na área de medicina reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) brasileiro. Por este motivo, falaremos a seguir sobre as 10 áreas mais bem pagas da Medicina, suas principais atividades e a média salarial. Boa leitura!

Áreas da Medicina mais bem pagas 

Antes de conhecer as áreas mais bem pagas da Medicina, é muito importante que saiba que durante sua especialização, você poderá atuar como Clínico Geral somente com seu diploma de medicina garantido em sua graduação, e trabalhar em hospitais, unidades de pronto-socorro e unidades básicas de saúde.

Anestesiologia

A rotina de um médico anestesista é bem corrida e agitada, já que sua principal função é aplicar anestesia nos pacientes que entrarão em cirurgia e aliviar a dor. Além disso, é de responsabilidade do anestesista verificar os sinais vitais do enfermo e acompanhar a pressão arterial, batimentos cardíacos, temperatura e respiração no pré-operatório, durante a cirurgia e no pós-operatório.

A área se destaca pelo grande índice de empregabilidade, uma vez que os profissionais da anestesiologia são bem requisitados. A média salarial varia muito de acordo com a região e o nível de especialização do médico, sendo entre R$ 6.736,61 a R$ 9.849 mil mensais.

A especialização em anestesiologia tem a duração de três anos, totalizando 9 anos de estudos, sendo 6 deles para concluir o curso de medicina.

Cirurgia Geral

A especialização em cirurgia geral além de ser uma das mais bem pagas, também é uma das mais procuradas. Isso porque os médicos desta área podem realizar procedimentos de todos os tipos e também pelo fato que esta é uma especialização de pré-requisito para quem deseja se especializar em outra, como por exemplo em cirurgia plástica.

A sua rotina também é bem agitada, pois o médico cirurgião oferece suporte necessário para tratar cirurgicamente diversos problemas. Geralmente, ele atua em conjunto com outros profissionais ou equipes, que se dividem por estruturas (mão, tórax, vascular, perna, etc.), ou por tipo de paciente (pediatria, geriatria, etc.).

A remuneração para o cirurgião com esta formação fica em média de R$ 7.315 a R$ 15.975 mil mensais. A especialização em Cirurgia Geral tem a duração de três anos, totalizando 9 anos de estudos.

Cirurgia Plástica

Como um dos segmentos mais promissores, o médico cirurgião plástico pode ter uma rotina bem movimentada, já que a profissão te proporciona trabalhar em consultórios particulares, clínicas, hospitais públicos e privados.

Embora a procura por procedimentos estéticos tenha crescido cada vez mais, o cirurgião plástico não se resume apenas a isso. Ele também pode atuar com procedimentos reparatórios a fim de melhorar a qualidade de vida do paciente, que são aqueles voltados a pessoas que sofreram algum tipo de queimadura ou acidente que deixou cicatrizes.

O mercado para o profissional de Cirurgia Plástica é bem volátil, chegando a ganhar R$ 20 mil mensais. Diferente das outras especializações citadas acima, o médico que deseja se tornar cirurgião plástico deverá ter muita dedicação.

O profissional após finalizar a faculdade de medicina de 6 anos, terá que fazer residência em Cirurgia Geral de 3 anos e após isso, fará a especialização em Cirurgia Plástica de mais 3 anos, totalizando doze anos de estudos. 

Dermatologia

A rotina do médico dermatologista acontece mais em consultórios e clínicas, para tratar os mais diferentes problemas relacionados à pele. Além disso, com a crescente procura por atendimento estético, o profissional dermatologista poderá ainda se especializar em Dermatologia Estética, podendo exercer trabalhos como preenchimento labial e aplicação de Botox em clínicas particulares.

A remuneração de um dermatologista fica na faixa de R$ 9.058,00 mil por mês, e pode sofrer variações, levando em conta tempo de experiência e nível do profissional. A especialização com residência médica em dermatologia tem a duração de três anos, ou se o aluno preferir, pode optar pela pós-graduação.

Hematologia

Um médico hematologista pode atuar tanto em clínicas e consultórios, como em laboratórios, bancos de sangue e hemocentros. Um profissional hematologista estuda, faz diagnósticos e trata doenças relacionadas ao sangue e órgãos, como por exemplo, alterações na medula óssea. Além disso, o profissional em hematologia também pode acompanhar o tratamento de doenças oncológicas, como leucemia e linfomas.

Para se especializar em hematologia, o profissional de medicina deve cumprir um dos pré-requisitos, que é de ter dois anos de residência em Clínica Médica, após isso, mais dois anos em de especialização em Hematologia e Hemoterapia.

A remuneração do médico hematologista pode sofrer variação de acordo com a jornada de trabalho, experiência e nível médico. Mas a média salarial fica entre R$ 5.186 a R$ 9.025 mil mensais. 

Mastologia

O médico mastologista é responsável por estudar, prevenir, diagnosticar e tratar doenças ou alterações nas mamas. Além disso, também deve promover e executar meios para o tratamento ou prevenção dessas doenças.

O profissional desta área pode atuar em clínicas particulares, hospitais privados ou públicos, em centros de prevenção à saúde da mulher e até mesmo como professores universitários. Para se especializar em mastologia, o estudante de medicina após finalizar sua graduação deverá fazer uma especialização em ginecologia, oncologia ou cirurgia geral. Após essas etapas, é necessário fazer dois anos de especialização em mastologia para aí sim, poder atuar como médico mastologista.

A faixa salarial de um profissional de mastologia varia entre R$ 8.000 a R$ 10.000 mil por mês.

Médico Auditor Sênior

Caso tenha o desejo de atuar como médico, mas lidar com uma parte mais administrativa, poderá optar por ser Médico Auditor. Esse profissional desenvolve uma função mais burocrática, e é responsável por fazer avaliação de clínicas e hospitais, de modo a assegurar que os trabalhos que acontecem no dia-a-dia estejam sendo realizados com qualidade e segurança. É um segmento muito relevante para o bom funcionamento do sistema de saúde.

A remuneração média fica em torno de R$ 10 mil mensais. A especialização em Auditoria em Saúde tem a duração prevista para 12 meses, com aulas teóricas e práticas em sua grade curricular. 

Neurocirurgia

Esta é a especialização na área de Medicina mais bem paga do mercado. A sua média salarial pode chegar até R$ 30 mil por mês.

Um médico neurocirurgião possui uma rotina bem agitada, já que sua principal área de atuação está relacionada em atender quadros de emergência, como acidentes com trauma na cabeça ou na coluna. Este profissional é responsável por realizar procedimentos em pessoas que apresentam algum tipo de problema no sistema nervoso. Em grande parte, o dia-a-dia de um médico neurocirurgião é dentro do hospital.

Para se especializar nesta área, o estudante graduado em Medicina deverá fazer residência em Neurocirurgia, que tem duração de 5 anos e depois realizar uma subespecialidade de 2 a 4 anos. Ao longo desses estudos, o aluno irá se deparar com disciplinas como Neuropatologia, Neurorradiologia, Clínica Neurocirúrgica, Técnica Neurocirúrgica e Anatomia Microcirúrgica além de toda a prática clínica.

Oncologia

O oncologista é o médico especializado em tratar tumores malignos ou câncer. Ele é responsável por acompanhar o paciente, solicitar exames, prescrever e acompanhar os tratamentos (quimioterapia, cirurgia, radioterapia, etc.).

A Oncologia é um dos segmentos mais multidisciplinares da Medicina, isso porque é uma profissão que está em constante mudança, por meio de pesquisas, desenvolvimento de medicamentos e tratamentos, diagnósticos, etc. Sua rotina em grande maioria acontece em clínicas e hospitais e sempre está envolvido com outros profissionais da saúde.

Após finalizar a graduação em Medicina, o estudante que deseja se especializar em Oncologia deverá ter dois anos de residência em Clínica Médica, para depois se especializar em Oncologia, que leva 3 anos.

A média salarial de um médico oncológico varia entre R$ 5.900 a R$ 8.912 mil mensais. 

Ortopedia

A ortopedia é uma das especializações mais bem valorizadas do mercado, visto que o profissional ortopedista é responsável por cuidar de diversos problemas relacionados ao sistema locomotor do paciente, como lesões nos músculos e fraturas de todos os tipos em várias regiões do corpo.

O médico ortopedista pode atuar em grandes clínicas, hospitais ou em consultórios particulares, mas ganha destaque em atuações voltadas ao esporte, em acompanhamento de jogadores, esportistas, etc., e além disso, podendo conquistar salários altíssimos de até R$ 15 mil por mês.

Para se especializar, é necessário que o médico faça residência em Ortopedia e Traumatologia, com duração de três anos. Há ainda outras especializações da Medicina que possuem boa visibilidade no mercado de trabalho, com média salarial entre R$ 6.599,85 a R$ 7.436,35 mil mensais:

  • Cardiologia
  • Geriatria
  • Infectologia

Como escolher a minha especialização?

Antes de você decidir qual área da Medicina estudar, não considere apenas a questão salarial. É muito importante avaliar qual dos segmentos faz mais sentido para você e, de preferência, que você se identifique. A Medicina é uma profissão que requer muito cuidado e responsabilidade, pois você lidará diretamente com a vida de uma pessoa.

Gostou deste conteúdo? Não deixe de acompanhar nossos textos que são publicados semanalmente sobre o universo da educação. Até a próxima!

CTA curso de Medicina

Texto escrito por: PRAVALER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter