Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Curso de Química: saiba como se tornar um Químico Curso de Química: saiba como se tornar um Químico

Curso de Química: saiba como se tornar um Químico

Os processos naturais do dia a dia são alvo de interesse de boa parte da sociedade. Com o desenvolvimento da ciência e das tecnologias, o curso de Química despontou como uma boa opção para quem quer uma área de atuação ampla, além da formação técnica e teórica de qualidade nessa formação.

Mas, afinal, como você pode se tornar um Químico? Neste artigo informativo, você vai conhecer as áreas da Química, a média salarial para cada modalidade, além de conhecer diversas opções para iniciar seus estudos. Queremos te ajudar a chegar mais perto dos seus objetivos!

Então vamos lá? Boa leitura!

O que os químicos estudam?

A Química é uma ciência da natureza que estuda a matéria, suas transformações, propriedades, além do funcionamento de partículas como os prótons e os elétrons. Com uma linguagem tão única, é natural que haja dúvidas sobre as formas de atuação dos químicos.

Neste caso, o profissional da química é responsável por estudar elementos, investigar reações, avaliar características, promover pesquisas sobre novos produtos e processos, procurar soluções para problemas postos com todo tipo de material em suas propriedades físicas e químicas.

Seja na modalidade de licenciatura ou bacharelado, os químicos estão presentes em diversos espaços das ciências naturais e médicas. Assim, participam da formação de farmacêuticos, biólogos, médicos e outras áreas correlatas.

Para entender um pouco mais dos estudos de um químico, vale a pena observar como se estrutura o curso de Química.

Como é o curso de Química?

O curso de Química é uma das graduações reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC), ofertado tanto na modalidade presencial ou EaD. As disciplinas possuem costuras de diversas áreas, como a matemática, a física, a biologia, além das próprias áreas da química: geral, inorgânica, analítica, físico-química, bioquímica e orgânica.

Algumas disciplinas da grade curricular são comuns independente da forma de ingresso e dos desejos profissionais, fazendo parte da formação básica em Química. Vamos conferir:

  • Cálculo
  • Química Geral
  • Química Inorgânica
  • Química Orgânica
  • Química Experimental
  • Álgebra Linear
  • Físico-Química
  • Bioquímica
  • Química Analítica
  • Cromatografia
  • Análise Orgânica

Continue a leitura deste artigo para entender as diferenças entre licenciatura e bacharelado para a Química.

Licenciatura em Química

A modalidade de licenciatura em Química tem por objetivo a formação de professores para atuar em diferentes níveis de ensino. Quem cursa essa modalidade encontra algumas diferenças após o ciclo básico do curso, com disciplinas como:

  • Didática
  • Filosofia da Educação
  • Sociologia da Educação
  • Psicologia da Educação
  • Ensino de Química
  • Política e Gestão

Assim, a formação específica é voltada para as demandas e os desafios da sala de aula contemporânea, com oportunidades variadas dentro das possibilidades da escola.

Para quem atua como professor de Química, a média salarial varia entre R$1800 e R$2500 mensais, a depender das horas de atuação, tempo de carreira e região do Brasil onde o trabalho é realizado.

Sabe-se que essa média pode se alterar a depender da escola, pública ou privada, e do plano de carreira de cada professor. Além disso, com especializações e progressões de carreira, o teto salarial tende a ser maior do que a média, garantindo uma remuneração mais atrativa.

Bacharelado em Química

O profissional que cursa bacharelado em Química pode se habilitar a trabalhar em laboratórios ou na indústria, desenvolvendo, respectivamente, análises químicas e processos produtivos para todo tipo de item industrial.

Algumas disciplinas específicas estão presentes no curso de bacharelado:

  • Mecânica dos Fluidos
  • Desenho Industrial
  • Instalações Industriais
  • Operações Unitárias
  • Técnica de Materiais
  • Síntese Inorgânica
  • Síntese Orgânica

Dessa maneira, a formação específica do bacharel considera os processos analíticos e produtivos essenciais para o exercício da profissão.

O salário médio para um bacharel em Química fica em torno de R$3100 mensais, variando de acordo com a posição de trabalho e o tipo de carreira. Essa média pode se alterar ao se variar a região do Brasil, a acomodação no espaço de trabalho, tempo de carreira e grau de especialização. Por isso, é importante manter uma formação continuada em cursos de pós-graduação.

Quantos anos leva o curso de Química?

A média para a conclusão do curso de Química fica em torno de 4 anos na modalidade presencial. A depender da forma de estudo e da especificação do curso, essa média pode aumentar ou diminuir.

Cursos à distância geralmente possuem uma grade curricular adaptada para diferentes necessidades, exigindo poucos encontros presenciais até o momento da conclusão, mas podem durar um pouco mais que os cursos presenciais.

Não deixe de verificar as grades curriculares de suas universidades de interesse, com os anos de duração do curso e a divisão de disciplinas.

Qual o valor de um curso de Química?

Na grande maioria das instituições de ensino superior privadas do país, há oferta do curso de Química.

A oferta dos cursos de bacharelado e industrial é muito grande, e a mensalidade gira em torno de R$750, considerando a ampla gama de instituições que ofertam este curso.

Algumas formações em licenciatura podem possuir uma média de valor mais baixa, entre R$550 e R$700, a depender principalmente da modalidade, haja visto que a oferta de cursos EaD é muito grande e os valores podem sair mais em conta.

CTA Faca O Curso Que Sempre Sonhou Sem Pesar No Bolso Pravaler

Como cursar Química pagando menos?

Já te dissemos tudo sobre o curso de Química, e agora você ficou interessado em ingressar nesse curso?

Sabemos que nem sempre é possível arcar com o valor da mensalidade. Mas não se preocupe, existem várias opções para se manter no caminho dos seus sonhos. Nem sempre é possível pagar a faculdade sem o apoio de programas de incentivo, e por isso mesmo o sofrimento é dispensável frente à oferta de alternativas que cabem no seu bolso.

Vamos conhecer algumas soluções?

Sisu para Química

O Sisu (Sistema de Seleção Unificada), é a principal forma de ingresso ao ensino superior público, voltado para quem realizou o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Muitas instituições de excelência são credenciadas com cursos de Química.

Acessando o guia completo da prova do Enem, você consegue entender os dias de prova, além de pegar dicas valiosas para se sair bem.

Para a área de Química, é necessário tirar uma boa nota em Ciências da Natureza, e no Sisu não se pode zerar a redação. Assim, é calculada uma média de nota única para cada candidato. A famosa nota de corte é a menor média necessária para se enquadrar nas vagas. A cada dia, o candidato pode acompanhar no sistema e controlar suas posições dentro das duas opções possíveis.

Se você ainda tem dúvidas sobre as notas e quer se preparar melhor para o sistema, vem simular sua nota com o nosso simulador Sisu!

CTA simulador sisu

Bolsa de estudo para Química

Se você não conseguiu entrar na faculdade com o Sisu, fique calmo! Existem outros caminhos como as bolsas de estudo integrais ou parciais.

O governo federal oferece o Programa Universidade para Todos (Prouni), cujas regras são ter realizado as provas do Enem, comprovado baixa renda e tirado nota mínima de 450 pontos, sem zerar a redação. No caso de bolsas integrais, 100% do valor é custeado pelo governo. Em bolsas parciais, geralmente 50% é pago pelo governo e o restante pelo aluno, o que diminui bastante os custos para o aluno.

Caso não tenha funcionado com o Prouni, você pode tentar instituições privadas, como o Amigo Edu, voltado principalmente para quem quer menos burocracias e até 80% de desconto!

Financiamento para Química

O financiamento estudantil é a modalidade em que o estudante contrai um empréstimo estudantil a ser pago só depois da formatura, quando já tiver condições e estiver atuando na profissão. Ele pode ser público ou privado.

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é um programa do governo federal para estudantes que realizaram  a prova do Enem. As regras são:

  • Nota mínima de 450 nas provas 
  • Nota maior que zero na redação 
  • Comprovação de renda de até três salários mínimos por pessoa do grupo familiar

Este financiamento só pode ser contratado de acordo com o calendário do Enem, na modalidade presencial. Além disso, a aprovação está sujeita à análise minuciosa dos documentos do candidato.

Uma das alternativas ao Fies é o Pravaler, reconhecido como o maior financiamento estudantil privado do Brasil. No Pravaler, você encontra taxas de juros mais baixas, contratação em qualquer época do ano e para qualquer modalidade! Com opções mais flexíveis, esse financiamento cabe no seu bolso.

Vale a pena estudar Química com o Pravaler?

O Pravaler é uma das melhores opções de crédito estudantil disponível, principalmente por conseguir diminuir as barreiras entre você e o curso dos seus sonhos.

Vale muito a pena escolher o Pravaler, em poucos cliques, você encontra sua instituição, simula seu financiamento e faz a escolha que vai mudar a sua vida em um processo todo digital e com muito menos burocracia. Agora tá com você! Basta finalizar a decisão sobre a melhor instituição para iniciar seus estudos, entrar no nossos site e financiar com juros mais baixos com o Pravaler! Não perca essa oportunidade.

Prv_novos_ctas_veteranos_2

Texto escrito por: Prasaber
x

Estude Química com o financiamento estudantil do Pravaler.

Faça o curso que você sempre sonhou pagando menos por mês.

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter