Como conseguir uma bolsa de estudos para faculdade


Você sabia que existem diferentes programas de bolsa de estudos para ajudar aqueles que querem estudar em instituições de ensino particulares? É isso mesmo. Cada vez mais pessoas estão ingressando no ensino superior no Brasil e isso é, sem dúvidas, uma excelente notícia. Porém, nem todo mundo tem condições financeiras para bancar o curso todo e muitos acabam tendo que abandonar a faculdade.

Ainda que hoje a oferta de cursos e de faculdades privadas seja bem maior, a mensalidade de um curso superior pode pesar bastante no orçamento de algumas famílias. Mas, isso não é motivo para desanimar ou para desistir de continuar os estudos. Mesmo com a grana curta, saiba que esse sonho não precisa ser adiado.

Entenda melhor o que é uma bolsa de estudos, as diferentes modalidades e como elas funcionam. Esse post traz os principais tipos e te explica o que você deve fazer para conseguir se aplicar a elas. Confira agora mesmo!

Bolsa de estudos: o que é e como funciona?

A bolsa de estudos é uma forma de auxílio aos estudantes que desejam ingressar na faculdade, mas que não têm condições financeiras de arcar com o valor das mensalidades nas universidades privadas. Essa ajuda financeira pode ser de vários tipos e bancada por diferentes instituições de ensino, pelo governo e até mesmo por empresas privadas.

A bolsa de estudos pode ser de dois tipos: parcial ou integral. No caso das bolsas integrais, 100% da mensalidade do curso é pago com esse valor, ou seja, o estudante faz todo a graduação sem pagar nada. Já no caso da bolsa de estudos parcial, somente uma parte da mensalidade é coberta, podendo variar dependendo do tipo de bolsa. Portanto, o aluno precisa conseguir pagar o restante do valor.

Os programas de bolsa de estudos, geralmente, possuem critérios que precisam ser atendidos pelos candidatos. Esses critérios podem ser: econômicos, ou seja, com base na renda familiar do estudante; de parentesco, visando o ingresso de familiares de alunos e funcionários da universidade; e relacionados ao potencial do candidato. O último critério é mais comum nos casos das bolsas pagas por empresas privadas, cuja preocupação está no resultado desse investimento feito no estudante.

Como os critérios e condições para candidatura variam de programa para programa, o mais recomendado é consultar as informações oficiais de cada instituição. Fique sabendo que ser bolsista não significa apenas estudar de graça, pois cada programa possui suas regras. Os estudantes contemplados com bolsa de estudos precisam, no mínimo, ter um bom desempenho acadêmico e obedecer a uma frequência mínima nas aulas. Do contrário, o aluno pode correr o risco de perder o benefício.

Como conseguir uma bolsa de estudos?

Se você está disposto a correr atrás de uma bolsa de estudos e realizar o sonho de fazer uma faculdade, saiba que o caminho a ser percorrido vai depender diretamente do tipo de programa para o qual você deseja se candidatar. Confira alguns dos principais tipos de bolsa de estudos oferecidos para alunos de faculdades particulares:

Prouni

O Programa Universidade para Todos (Prouni) é um programa do Ministério da Educação (MEC) que oferece bolsa de estudos para estudantes de baixa renda de todo o território brasileiro. A bolsas concedidas podem ser integrais ou parciais – cobrem 50% do valor da mensalidade. Para isso, o candidato precisa ter estudado em escola pública ou como bolsista integral em instituição de ensino particular. Além disso, é preciso ter participado da última edição do Enem e obtido uma nota mínima exigida pelo programa.

Bolsas de faculdade

Grande parte das faculdades particulares possui seus próprios programas de bolsa de estudos. Eles podem ser de vários tipos e seguir critérios bastantes variados. Há instituições que concedem bolsas de mérito acadêmico para estudantes que tiraram uma nota alta no Enem ou tiveram um desempenho acima da média no processo seletivo. Algumas universidades também oferecem bolsas por razões sociais como, por exemplo, para estudantes de baixa renda. Para saber mais detalhes sobre os programas, entre em contato com a secretaria da faculdade onde você gostaria de estudar.

Empresas privadas

Essa é a uma alternativa para quem já está no mercado de trabalho e gostaria de continuar os estudos. Muitas empresas oferecem bolsa de estudos para os seus funcionários como uma maneira de incentivar o desenvolvimento e garantir que eles tenham uma boa qualificação. Se esse é o seu caso, converse com o departamento de Recursos Humanos e veja se isso faz parte da política de benefícios para funcionários da sua empresa.

As diferenças entre bolsa de estudos e financiamento

Embora tanto a bolsa de estudos como o financiamento estudantil tenham o objetivo de facilitar a entrada de estudantes de baixa renda no ensino superior, tratam-se de auxílios diferentes. O aluno que possui uma bolsa de estudos em uma faculdade particular tem uma parte ou todo o valor da mensalidade pago pelo governo, empresa ou pela própria instituição de ensino. Portanto, o estudante não precisa desembolsar o próprio dinheiro, apenas no caso das bolsas parciais.

Já o financiamento estudantil funciona como se fosse um empréstimo, ou seja, o beneficiário precisa pagar um valor mensal durante o período do curso e quitar o restante da dívida até 4 anos após se formar. Mas, a principal vantagem é que os programas de financiamento geralmente oferecem condições facilitadas e taxas de juros menores para que o estudante consiga devolver o dinheiro emprestado sem grandes dificuldades.

Compartilhar
Categoria: Bolsa de estudos
Tags: ENEM ENEM 2019

Pesquisar

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.