E agora: curso tecnólogo ou graduação?

Você saiu do Ensino Médio e chegou a hora de decidir qual a carreira seguir. Mas uma dúvida vem à sua mente: “devo escolher um curso tecnólogo ou graduação?”

Como informação nunca é demais, vamos esclarecer as principais dúvidas, os prós e os contras da escolha de iniciar um curso tecnólogo ou de graduação. Venha com a gente e anote tudo!

Curso Técnico versus Curso Tecnológico
Para começar, vamos esclarecer outra dúvida que paira no ar: curso técnico é diferente de curso tecnológico?

Segundo o Ministério da Educação (MEC): “Cursos técnicos são programas de nível médio com o propósito de capacitar o aluno, proporcionando conhecimentos teóricos e práticos nas diversas atividades do setor produtivo; cursos tecnológicos classificam-se como de nível superior.”

Sendo assim, curso técnico foca mais no aprendizado prático do aluno e é de nível médio. Já o tecnólogo foca em um aprendizado mais abrangente e é de nível superior. Entendeu agora?

Por que escolher ou não um curso tecnólogo?
O curso tecnológico é válido sim como curso superior, ao contrário do que muitos pensam.

Para iniciar um curso tecnológico, é necessário ter concluído o Ensino Médio e, apesar de ser um curso superior, sua duração é menor que o curso de graduação: este dura em média quatro anos pra mais e aquele dura de dois a três anos, no máximo.

Por que isso ocorre? Devido ao foco do curso tecnológico, que é voltado a áreas específicas e para a entrada imediata no mercado de trabalho, com mais prática e menos teoria. É o tipo de curso para quem já sabe no que quer trabalhar dentro de determinada área. Pense em um profissional que quer trabalhar no ramo da Hotelaria, porém na área de gerência ou de eventos.

O curso tecnológico também serve para as pessoas que já exercem determinada função, mas desejam obter formação em pouco tempo. Estudar nunca é demais!

Por que escolher ou não um curso de graduação?
Já o curso tradicional, o de graduação, tem duas ramificações: bacharelado e licenciatura.

Bacharelado: é a formação clássica do Ensino Superior, com duração entre quatro e seis anos. Aqui, quem optar por bacharelado estudará um pouco de tudo dentro da área escolhida, tendo uma visão mais geral de tudo que abrange o campo.
Licenciatura: esta também possui a mesma média de duração que o bacharelado, mas com um diferencial importante: só quem cursa licenciatura está apto a ministrar aulas para os Ensinos Fundamental e Médio. A diferença da grade curricular do bacharelado para a licenciatura é que esta abrange matérias de base pedagógicas, o que não ocorre com o bacharelado.

Se você ainda não tem certeza do que escolher, opte pelos cursos tradicionais de graduação, pois a formação que eles oferecem é mais abrangente e só com um conhecimento mais amplo você poderá escolher a área certa a ser seguida.

Agora, se você já tem certeza de que área quer seguir ou já trabalha e quer aperfeiçoar seus conhecimentos técnicos, então um curso tecnológico é a sua cara.

Para uma escolha certa, você deve colocar na balança os prós e contras dos dois tipos de ensino, tudo de acordo com a sua vida profissional e com aquilo que interessa a você.

E você? Sabia das diferenças e semelhanças entre a graduação tradicional e o curso tecnológico? Compartilhe com a gente o porquê da sua escolha!

Categoria: Cursos

Quero receber notícias do Pravaler

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o Pravaler em primeira mão.