Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Segundo idioma na carreira – qual a importância e os idiomas mais requisitados no mercado Segundo idioma na carreira – qual a importância e os idiomas mais requisitados no mercado

Segundo idioma na carreira – qual a importância e os idiomas mais requisitados no mercado

Você sabe falar inglês? E espanhol? Já pensou em aprender um outro idioma diferente do português? Esses questionamentos podem ser feitos em uma entrevista de emprego ou seleção acadêmica na faculdade, já que atualmente saber uma segunda língua está se tornando quase que essencial.

Saber outro idioma nunca foi tão importante, seja para conseguir um emprego melhor ou mesmo para viajar para outro país. Neste artigo vamos abordar exatamente essa questão! Então, vem com a gente e descubra por que vale a pena aprender um segundo idioma e quais são os mais requisitados no mercado de trabalho.

Por que é importante ter uma segunda língua?

Aprender uma nova língua pode ser o que você estava precisando para dar um up em sua carreira. O mundo mudou muito nas últimas décadas, e é evidente que o mercado de trabalho o acompanhou.

Numa era de globalização e crescente internacionalização do mercado, a necessidade de dominar uma segunda língua se torna cada vez mais marcante para múltiplas áreas do mercado de trabalho. As empresas estão se tornando globais, construindo relações com diversos países e até mesmo abrindo filiais fora de suas fronteiras de origem. As multinacionais chegaram para ficar e, dentro desse contexto, o mercado de trabalho também sofreu mudanças, principalmente no que se refere às qualificações exigidas dos profissionais.

Entre essas exigências, uma das mais solicitadas nos tempos atuais é a fluência em um segundo — ou até mesmo terceiro! — idioma.

Quais os benefícios de um segundo idioma para sua carreira?

Para entender melhor a importância de se ter um segundo idioma no currículo, separamos alguns pontos que elaboram mais a fundo acerca dessa necessidade.

Pode te permitir trabalhar no exterior

Conhecer um segundo idioma permite ao profissional abrir novas oportunidades e ter grandes experiências internacionais, agregando valor não somente ao seu currículo, mas à sua vida no geral. Dentre estas experiências, podemos citar a realização de um intercâmbio ou de uma formação profissional no exterior, bem como viagens de negócios. Estas são excelentes formas de ampliar sua rede de contatos profissionais e abrir novas oportunidades de carreira.

Ter no seu currículo um segundo idioma pode abrir portas para muitas oportunidades de emprego. Seja o universal inglês ou uma língua de relevância mais específica – como por exemplo o alemão no setor automotivo – ter um segundo idioma pode muito bem te qualificar para ocupar cargos de liderança e gestão no exterior ou em empresas internacionais.

Aumenta seu repertório e facilita seu aperfeiçoamento

Ter um segundo idioma em suas competências pode ser mais útil a longo prazo do que você imagina. Isso porque, além de ser uma habilidade necessária para o desempenho imediato de diversas funções, a compreensão de uma segunda língua coloca ao seu alcance uma grande quantidade de material através do qual você pode se aperfeiçoar.

Sejam eles cursos, artigos, livros, estágios no exterior e materiais que não estão disponíveis em português. Com o entendimento de um segundo idioma tudo isso fica a sua disposição.

Você sabia que em algumas profissões, muitos cursos essenciais para o aprimoramento técnico e profissional estão em outros idiomas? Especialmente na área de tecnologia, as qualificações mais essenciais em profissões como a de administrador de redes, estão em inglês. Por isso, ter o domínio de uma nova língua pode ser essencial para conseguir não apenas completar o curso, mas também aproveitá-lo ao máximo.

Melhores salários

Se você nutre ambições de crescimento na sua carreira, aprender um segundo idioma pode ser uma ferramenta fundamental no sentido de conquistar esses objetivos. Ter um bom domínio de um segundo idioma desejável para a sua área pode te ajudar na ascensão profissional, te levando a alcançar cargos de maior relevância dentro de uma empresa, consequentemente atrelados a salários mais fartos.

A fluência em outros idiomas, especialmente o inglês, pode se tornar um diferencial e contribuir para a conquista de melhores salários em diversos cargos e áreas. Além disso, as empresas que exigem domínio de um segundo idioma em cargos de nível júnior, pleno ou sênior, como as grandes companhias e as multinacionais, normalmente contam com salários mais altos para atrair candidatos qualificados.

Novas culturas

O aprendizado de uma nova língua envolve não somente o idioma em si, mas a possibilidade de se entender diferenças culturais e lidar de forma mais sensível e preparada com estas questões. Permite, ainda, tomar maior consciência do mundo ao seu redor, garantindo maior acesso a informações e a possibilidade de ler e discutir sobre artigos, publicações e notícias em outras línguas.

Além disso, para muitas pessoas o networking é uma ferramenta imprescindível de crescimento profissional e prospecção de oportunidades. Dessa forma, dominar um segundo idioma expande as fronteiras de relacionamento interprofissional, permitindo que você estabeleça relações e faça contatos importantes que, do contrário, não estariam ao seu alcance.

Como aprender um novo idioma?

A forma como se decide aprender um segundo idioma varia muito, de acordo com o indivíduo. A tecnologia oferece sites e aplicativos, através dos quais é possível se aprender uma nova língua de forma independente. Para muitos, porém, as escolas de idiomas são a melhor opção para o aprendizado, contribuindo para incentivar o aluno através da utilização de uma metodologia de ensino bem fundamentada, além de material e mídia de qualidade.

Aprender um novo idioma é uma ideia por si só assustadora. Milhares de palavras desconhecidas, uma estrutura gramatical completamente diferente e a grande chance de passar por algum constrangimento são suficientes para intimidar muitos de nós. Com uma vida profissional agitada, encontrar tempo para se comprometer a estudar uma nova língua também pode ser um desafio.

Sendo assim, a primeira dica é: assista muitos filmes e séries, mais de uma vez. Colocando esse desafio de aprender um outro idioma no seu dia a dia, pode facilitar o aprendizado. Sabe aquele filme ou série, que é seu favorito, e que você já viu um milhão de vezes? Chegou o momento de assisti-lo em outro idioma. Além de te ajudar a aprender, ainda é uma forma divertida de aproveitar seu tempo.

O ideal é assistir pelo menos três vezes: a primeira com as legendas em português, a segunda com as legendas na língua escolhida e a terceira sem legendas. Assim, é possível prestar atenção tanto na escrita, quanto na pronúncia.

Músicas e podcasts também entram nesse combo. Se estiver indo para o trabalho ou enquanto faz uma faxina na casa, nada melhor do que uma música ou podcast no idioma que estiver estudando. Com eles, é possível aprender novas expressões, sotaques e testar se a sua compreensão está boa. Ainda é possível ver a tradução das letras, para tirar dúvidas de vocabulário.

Ler notícias em língua estrangeira também é uma boa estratégia. Essa dica é ótima para aprender muito mais do que outro idioma, pois ler notícias de outro país também ajuda a te manter informado. Procure os principais jornais e sites na língua que você quer e tire um tempo todos os dias para navegar por eles. Aos poucos será mais fácil explorar e aprender novos vocabulários.

Depois, aproveite seu tempo sozinho e crie diálogos de situações reais, como perguntar onde fica determinado endereço ou atender uma ligação. Basta reparar, com o tempo a sua pronúncia terá uma melhora visível. Por mais que essa dica pareça estranha, é uma das melhores formas de aprender outro idioma mais rápido, principalmente para quem não tem com quem praticar.

E não só falar sozinho, mas já pensou em fazer anotações em outro idioma, como a lista de compras em inglês? Ou escrever um diário em espanhol? São pequenas atitudes que farão uma grande diferença no seu aprendizado, afinal, além de aumentar o seu vocabulário, elas também exercitam a sua capacidade de estruturar um texto em outra língua.
Uma outra forma de praticar é trocar o idioma do seu celular, televisão e computador. Em poucos dias ficará mais fácil aprender um vocabulário simples e muito usado no dia a dia. No entanto, se tiver dificuldade na hora de configurar algum aplicativo, não hesite em procurar o significado das palavras.

Agora, se você ainda não está estudando e nem sabe por onde começar, hoje em dia existem diversos aplicativos gratuitos para quem quer aprender outra língua, basta escolher o seu favorito e começar a fazer os exercícios propostos. Eles ainda mandam um lembrete para que você não se esqueça de fazer as lições. Além disso, eles são ótimos para quem já é fluente e não quer perder a prática.

Costuma-se sugerir que as pessoas aprendam um idioma de cada vez, de forma a evitar comparações e maximizar a capacidade de retenção. Mas, esta característica também varia de indivíduo para indivíduo. De qualquer forma, aprender um novo idioma requer dedicação por parte do aluno e contribui para a capacidade de reconhecer, adquirir e acumular informações, beneficiando a memória.

Quais os idiomas mais requisitados no mercado de trabalho?

Um segundo idioma, para muitas carreiras, não é apenas um diferencial, e sim uma exigência nos currículos. As vagas são destinadas justamente para profissionais que possuem a fluência do idioma. Essa realidade não é apenas para o inglês, independente do mercado, as contratantes podem solicitar outras línguas.

Investir em idiomas menos convencionais, como mandarim e árabe, por exemplo, pode ser uma ótima opção, dependendo da sua área de atuação: o domínio destes contribui para que o profissional seja mais requisitado. Para te ajudar, separamos sete idiomas procurados no mercado de trabalho e que podem ser o diferencial em sua carreira. Confira:

Inglês

O inglês é de longe um dos idiomas mais requisitados no mercado de trabalho e também uma das opções de língua estrangeira disponibilizadas pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Isso porque é a língua mais falada em todo o mundo. Independentemente de seu ramo profissional, se faz parte de Humanas, Exatas ou Biológica, o inglês é primordial.

Hoje em dia, até mesmo para vagas de estágio, o inglês é um requisito já cobrado. Essa exigência torna-se mais acentuada se as empresas possuem foco no exterior, como por exemplo, multinacionais. Conhecer o básico é o ponto de partida, no entanto, cada vez mais o mercado tem cobrado fluência. Então, se ainda não estiver apto, este é o momento de iniciar os seus estudos e garantir um futuro promissor.

Espanhol

Na sequência, o espanhol é a segunda língua mais falada no mundo. São mais de 40 países que falam o idioma, inclusive os integrantes do Mercosul. Esse bloco econômico formado por nações da América do Sul é fundamental para o Brasil, principalmente para empresas com foco em manufaturados.

Desta forma, se o campo de atuação está ligado a indústria brasileira é provável que dependerá do espanhol para parcerias e negociações. Ter a fluência nesse idioma trará boas oportunidades no ramo de comércio exterior, hotelaria e em empresas multinacionais.

Mandarim

Temos o entendimento que a China é a segunda maior potência econômica no mundo. Além disso, é nosso principal parceiro comercial, estando no topo no ranking de exportação e importações. Por isso, o mandarim tem sido um dos grandes destaques em um currículo, principalmente, para áreas de comércio exterior.

Apesar das negociações com os chineses acontecerem em inglês, ter fluência em mandarim pode ser o diferencial esperado. Desta forma, se o foco de sua carreira está em comércio exterior avalie o estudo deste idioma.

Francês

O francês é um idioma não só falado na França, como também no Canadá, Bélgica, Suíça e Luxemburgo. São mais de 290 milhões de pessoas espalhadas no mundo todo que possuem domínio neste idioma. Áreas como moda, culinária e carreira diplomática valorizam muito o estudo do Francês.

Além da França ser um bom parceiro comercial de nosso país, também possui instalada mais muitas empresas em todo o Brasil. Desta forma, se o foco é atuar em grandes empresas multinacionais, o domínio deste idioma pode ser a sua opção.

Japonês

É certo que o idioma japonês possui um alto grau de complexidade, no entanto, pode se tornar indispensável para o seu crescimento. O Japão possui boas conexões comerciais com o Brasil, além de ser potência quando o assunto é tecnologia.

Desta forma, o japonês torna-se um dos idiomas mais requisitados no mercado de trabalho quando parte para a indústria tecnológica. Portanto, se você pretende atuar em tecnologias da informação, tecnologia aeroespacial, tecnologia das comunicações, robótica, nanotecnologia ou games, valorize este idioma.

Alemão

O alemão é outro idioma que entra na lista dos mais complexos. No entanto, pode trazer grandes benefícios para quem se dedica à língua. A Alemanha é um dos parceiros comerciais do Brasil, além disso, possui muito foco em tecnologia e no setor automotivo.
Além disso, estudar alemão também pode abrir boas oportunidades para estudar no exterior. Isso porque a Alemanha oferece bolsas de estudos para intercambistas brasileiros. Uma forma de garantir experiência no exterior e possibilidade de conhecer novas culturas. Podendo ser uma grande força em seu currículo.

Árabe

Não é um dos idiomas mais procurados pelos brasileiros, no entanto, é um dos mais requisitados no mercado de trabalho. Sua importância é justificada, pois quase 60 países têm como idioma o árabe. Além disso, é uma das línguas oficiais da ONU (Organização das Nações Unidas), de cinco países da Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) e da Liga dos Estados Árabes.

Ter fluência em árabe é um grande diferencial para o currículo, principalmente para os profissionais com foco em setores econômicos. Além daqueles voltados para finanças e comércio internacional com foco em petróleo. Os profissionais das áreas de comunicação e mediação cultural devem dar importância ao estudo da língua se quiserem ter um diferencial.

Podemos concluir que para conquistar destaque e conseguir ascensão em sua escalada profissional depende de seu empenho. Estabelecer um foco de aprendizagem é ideal para construir uma carreira sólida e próspera. A dedicação começa desde o início, ao identificar, por exemplo, os idiomas mais requisitados no mercado de trabalho.

A escolha do idioma de estudo, como podemos perceber, depende do caminho profissional pretendido. É certo que o inglês é uma língua coringa, uma vez que possui presença no mundo todo. No entanto, hoje já não é mais um diferencial e um segundo idioma ou a especialização de alguma outra específica pode ser primordial.

Antes de iniciar os estudos, trace os seus objetivos profissionais e adeque o seu aprendizado a meta de carreira desejada. O estudo do idioma não traz benefícios apenas para vida profissional, como também para a saúde física, tornando o seu raciocínio ágil e promovendo maior concentração.

Agregue não só um novo idioma, mas conhecimento cultural e valores da sociedade. Esses são pontos essenciais para um melhor poder de comunicação e negociação.

Texto escrito por: PRAVALER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

Simule o seu financiamento e descubra quanto pagará por mês:

Declaro que li, conheço e estou de acordo com as Políticas de Privacidade e Cookies do Pravaler.

Pensamos na sua privacidade

Usamos cookies para que sua experiência seja melhor. Ao continuar navegando, você está ciente dos nossos Termos e Políticas.

CONTINUAR