Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Sisu, Prouni e Fies: entenda as diferenças entre os programas Sisu, Prouni e Fies: entenda as diferenças entre os programas

Sisu, Prouni e Fies: entenda as diferenças entre os programas

Nos últimos anos, tivemos muitas mudanças na educação superior. O número de universidades públicas aumentou, de acordo com dados do último Censo da Educação Básica do MEC. Além disso, novas oportunidades para estudantes de baixa renda cursarem uma graduação particular também foram criadas. Para entrar na universidade pública, a seleção continua sendo pelo vestibular e pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Porém, não há vagas para todos e os que não conseguem ser aprovados ou que não podem mudar de cidade para estudar em uma instituição estadual ou federal agora têm mais duas maneiras, além do Pravaler, de fazer uma faculdade particular sem que ela pese em seu orçamento: Sisu, Prouni e Fies. Conheça mais sobre cada uma delas e veja as diferenças.

Como funcionam os programas de governo?

Os programas de governo Sisu, Prouni e Fies são iniciativas do Ministério da Educação (MEC) que têm como objetivo democratizar o acesso ao ensino superior no Brasil.

Veja abaixo como funcionam os programas do Sisu, Prouni e Fies.

Como funciona o Sisu?

Primeiramente, é importante saber que o Sisu (Sistema de Seleção unificada) é gerenciado pelo MEC (Ministério da Educação). Ele é um portal informatizado e a é principal ferramenta de ingresso ao ensino superior público das instituições que participam desse método de seleção. Para isso, é considerada a nota do Enem e não é necessário ter limite de renda – qualquer pessoa que cumpra o requisito do Enem pode se inscrever no Sisu, independentemente de sua condição financeira.

Portanto, para participar do Sisu, é preciso ter feito a última prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), ter conseguido uma nota maior que zero na redação e não ser considerado treineiro Enem (aqueles candidatos que ainda não terminaram o ensino médio e fazem a prova só para ver como estão seus conhecimentos).

Não há restrição de nota para participar do Sisu, mas algumas instituições podem dar pesos diferentes e exigir notas mínimas para determinados cursos. Por exemplo: um curso de Química pode dar um peso maior à nota de Ciências da Natureza do Enem. Um curso de Medicina também pode definir uma média mínima igual ou superior a 560 pontos e nota mínima em Ciências da Natureza igual ou superior a 400 pontos.

CTA simulador sisu

Como funciona o Prouni?

O Programa Universidade para Todos (Prouni) é um sistema de bolsas de estudo para pessoas que precisam de auxílio financeiro para ingressar no ensino superior. Em alguns casos, o estudante paga metade da mensalidade e o restante é arcado pelo Governo Federal. Em outros, o Prouni arca com toda a mensalidade da pessoa, ou seja, é uma bolsa integral.

Além de comprovar ser de baixa renda, é necessário fazer a prova do Enem e tirar uma pontuação mínima para poder tentar uma bolsa no Prouni. O candidato deve tirar mais de 450 pontos na prova e não pode tirar zero na redação. Além disso, é necessário ter feito o ensino médio em uma instituição pública ou ter como comprovar que estudou em escola particular com bolsa integral.

Veja também: Quais são os requisitos para ganhar bolsa do Prouni?

A bolsa integral só é dada para quem tem renda bruta familiar por pessoa de até 1 salário mínimo e meio. Já quem quer tentar bolsa parcial, pode ter renda de até três salários mínimos por pessoa.

Como funciona o Fies?

Como o próprio nome já diz, o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é um sistema de financiamento especial para cursos de graduação em instituições privadas de ensino superior. Através dele, mesmo estudantes que já estão no segundo ano de faculdade e encontram dificuldades para pagar a mensalidade podem entrar com a solicitação de financiamento e deixar para pagar o custo do curso depois de formado.

O Fies também foi criado pelo Governo Federal e é uma forma de ajudar quem quer fazer a graduação e não tem como pagar a conseguir prorrogar o pagamento do curso. O financiamento pode ser solicitado em qualquer época do ano, conforme a necessidade.

Veja também: Passo a passo – veja como se inscrever no Fies!

O processo seletivo ocorre semestralmente, e os candidatos podem se inscrever em até três opções de curso. Os critérios de seleção incluem a nota mínima de 450 pontos no Enem, sem ter zerado a redação.

De acordo com as novas regras do Fies, o financiamento será proporcional à renda do estudante. Ou seja, o aluno que aderir ao Fies terá que passar por uma análise da sua renda per capta familiar, em que será determinada a porcentagem da mensalidade que o aluno poderá financiar. Quanto maior a renda, menor a porcentagem financiada e não há garantia de que o aluno conseguirá financiar 100% da mensalidade.

Durante o curso o aluno deverá pagar o valor da mensalidade não financiada e das taxas administrativas do financiamento. Após a conclusão do curso, é realizado um cálculo em cima da renda do aluno para determinar o valor da mensalidade a ser paga do financiamento. Caso o aluno esteja desempregado, será devido o valor mínimo. O valor da mensalidade é retido na fonte mensalmente. Estima-se que o pagamento do financiamento seja quitado em um prazo de 14 anos.

Infografico_sisu_prouni_fies

Diferença entre Sisu, Prouni e Fies

Diferença entre Prouni e Sisu

O Sisu e o Prouni têm muitas diferenças em seus processos e também em relação ao objetivo do estudante: enquanto o primeiro é destinado ao ensino superior público e seleciona os candidatos que tiveram um desempenho melhor do Enem, dispensando a necessidade de fazer o vestibular tradicional, o Prouni utiliza a mesma nota para oferecer bolsas de estudos para estudantes que ingressarem em instituições privadas.

Os critérios de ambos para classificar seus estudantes também diferem bastante. Para participar do Sisu, o aluno deve apenas ter realizado o Enem no ano anterior ao processo em que aplicará e ter atingido a nota mínima na prova – 450 pontos – e não ter zerado na redação.

Já o Prouni tem mais exigências para participar do processo, além do desempenho mínimo no Enem. O aluno deve ter renda per capita de até um salário-mínimo e meio para concorrer às bolsas integrais e até três salários-mínimos para concorrer as bolsas parciais, além de não possuir nenhuma graduação anterior – exceto para professores da rede pública que farão a licenciatura em sua área de ensino.

Diferença entre Fies e Sisu

Diferentemente do Fies, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é usado para preencher vagas em universidades públicas usando a nota do Enem. Ele já substituiu o vestibular tradicional em diversas instituições públicas de todo o Brasil e algumas reservam uma parte de suas vagas para esse processo seletivo.

Podem participar quem fez a última edição do Enem e obteve nota maior do que zero na redação. Cada curso exige uma nota mínima, que pode ser consultada no momento da inscrição. Não há limite de renda para participar.

A escolha de um desses programas depende de suas condições financeiras e de seu desempenho no Enem. O governo federal abre as inscrições para esses programas em uma sequência lógica, de forma que primeiro o estudante tente uma vaga na universidade pública (Sisu). Caso não consiga e cumpra os requisitos, pode tentar uma bolsa de estudos para faculdade privada (Prouni). Se ainda assim não conseguir, o candidato de baixa renda tem a possibilidade de tentar um financiamento estudantil (Fies).

Diferença entre o Fies e Prouni

O Prouni (Programa Universidade para Todos) oferece bolsas integrais ou parciais, de acordo com a pontuação obtida pelo estudante no Enem. Para isso, é necessário ter participado do último Enem, obter mais de 450 pontos na prova e não zerar a redação.

Já o Fies tem o objetivo de financiar a graduação no ensino superior de estudantes que queiram cursar em universidades particulares. Como vimos anteriormente, o aluno interessado em ingressar no Fies também precisa ter feito as provas do Enem a partir da edição de 2010 (mesmo para aqueles estudantes que concluíram o ensino médio antes disso), obtendo média de 450 pontos e não zerar a redação.

Mas, afinal, Fies ou Prouni: qual a melhor opção? Os dois programas estudantis oferecem vantagens e desvantagens.

É importante ressaltar que o Prouni oferece bolsas gratuitas, enquanto o Fies é um financiamento com juros baixos e até zero, a depender da renda do estudante. Então, a escolha é pessoal. Você deve levar em consideração as regras de cada programa e seus objetivos pessoais.

Quem tem Fies pode fazer Prouni?

Muitos estudantes têm dúvida sobre a possibilidade de utilização do Prouni e Fies ao mesmo tempo, o que pode ser feito se o aluno tiver apenas uma bolsa parcial do Prouni (50%). Para isso, é preciso estar atento a algumas regras, como por exemplo, o Prouni e Fies só valem juntos para o mesmo curso na mesma instituição de ensino.

Dessa forma, o restante da mensalidade do curso pode ser financiado pelo Fies, desde que alguns critérios sejam cumpridos:

  • A universidade deve participar dos dois programas;
  • Os programas só podem valer juntos para o mesmo curso, na mesma instituição. Além disso, a soma dos benefícios não pode ultrapassar o valor dos encargos educacionais com desconto;
  • Para solicitar o Fies, o estudante precisa ter obtido pelo menos 450 pontos na média das provas do Enem e não pode ter zerado a redação – mesmos requisitos para inscrição do Prouni.

Como se inscrever para o Fies e Prouni juntos?

Veja a seguir o passo a passo para se inscrever nos dois programas:

  1. Acesse o site do Fies;
  2. Cadastre-se no Login Único do governo federal e crie uma conta gov.br. Se já possuir a conta, é só inserir o número de CPF e a senha e seguir os passos para a inscrição, informando dados pessoais e socioeconômicos;
  3. O próximo passo é escolher a graduação que deseja financiar – neste caso, a opção que já cursa com a bolsa do Prouni. É preciso selecionar o curso, a instituição de ensino, o campus e o turno;
  4. Depois é só confirmar a inscrição e verificar as notas de corte. Durante o período de inscrições, o sistema de seleção do Fies publica a nota do último candidato que conseguiria a vaga.

CTA simule seu financiamento e veja quanto irá pagar na mensalidade

Texto escrito por: PRAVALER
Compartilhar
Categoria: SisuPra saber
x

Estude o que sempre sonhou com o financiamento estudantil.

Faça faculdade pagando menos por mês com o Pravaler.

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter