Concurso Público 2020 – guia completo Concurso Público 2020 – guia completo

Concurso Público 2020 – guia completo

Boa parte das pessoas que já estão no mercado de trabalho ficam receosas quando pensam em planejar o seu futuro, isso porque as oscilações e atualizações do mercado fazem com que os empregos formais fiquem cada vez mais escassos e as empresas privadas não garantam mais tanta estabilidade para o profissional quanto em tempos passados. Por esse motivo, tentar uma carreira pública é visto como uma saída de garantir uma boa remuneração com pouca experiência, além de um plano de carreira estável.

No Brasil, centenas de concursos públicos são abertos e mais de 20 milhões de pessoas se inscrevem todos os anos para passar pelo processo seletivo. Para conquistar uma posição em serviços públicos, o profissional realiza uma avaliação com questões que variam de acordo com a sua escolaridade e cargo selecionado. Para alguns casos, além das provas teóricas, os candidatos também são testados através de provas físicas.

Quer saber tudo sobre concurso público e se essa é uma opção para você considerar na sua carreira? Então acompanhe por aqui o nosso guia completo sobre o assunto!

O que é concurso público?

Como falamos acima, o concurso público é um processo extremamente valorizado no país. Boa parte da população, tanto universitários quanto profissionais já atuantes no mercado, acredita que esse nicho, apesar de concorrido, é uma alternativa para ter uma carreira de estabilidade e com bons benefícios, incluindo uma remuneração acima da média do mercado privado.

Basicamente, concurso público é um recurso utilizado por empresas do setor público que avalia e seleciona profissionais, de maneira democrática, para um determinado cargo. De modo geral, o concurso público tem como principal objetivo nomear o profissional para um cargo público respeitando princípios de igualdade e imparcialidade, avaliando os candidatos pelas suas capacidades e competências.

No processo, o Diário Oficial da União divulga o edital ou editais com as exigências mínimas para participação, além dos descritivos das funções com os cargos que foram abertos em cada setor da instituição. Se o interessado atender aos pré-requisitos estabelecidos no edital, ele estará apto para fazer a sua inscrição sem restrições.

Os concursos públicos são abertos para profissionais com ensino fundamental, ensino médio e ensino superior completo e, por sua forte concorrência, exige do candidato uma grande preparação intelectual e, em alguns casos, física. Com a sua aprovação nos testes, o profissional terá um prazo estipulado para assumir ou rejeitar o cargo, que geralmente é de até dois anos.

Concursos públicos são pagos?

Em sua maioria, para participar de um concurso público o candidato paga uma taxa que varia de acordo com cada processo. O valor é determinado a partir da proporção do concurso e do grau do cargo escolhido. No entanto, em algumas situações pode-se solicitar a isenção, que geralmente é oferecida sob condições como comprovação de baixa renda, por exemplo.

Os requisitos básicos para fazer um concurso público

De modo geral, os concursos públicos contam com particularidades de perfis aceitos no processo, principalmente quanto a formação e habilidades. No entanto, está previsto no artigo 37 da Constituição Federal (Lei 8.112/90) os requisitos básicos para os concurseiros. Dentre elas, estão:

  • Ter nacionalidade brasileira;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais e militares;
  • Ter concluído a escolaridade exigida para o concurso em questão;
  • Atender aos requisitos físicos e mentais do cargo;
  • Ter idade mínima de 18 anos;
  • Não ocupar posição administrativa ou gerencial em companhias privadas, com exceção de acionistas, cotistas ou comanditário.

Existe restrição para participar de um concurso público?

Teoricamente, não existe nenhuma restrição formal para participar de concurso federal, estadual ou municipal, mas vale destacar que alguns fatores podem impossibilitar a participação do candidato. Pessoas apontadas como culpadas ou condenadas em ações penais não poderão prestar concurso público, no entanto, se comprovada a sua inocência, o candidato poderá passar pelo processo seletivo sem nenhuma limitação. Além disso, profissionais que foram servidores públicos e, por ato de improbidade administrativa ou por ter cometido algum crime contra a administração pública, foram dispensados, estarão impossibilitados de prestarem um novo concurso público pelos próximos 10 anos.

Um outro fator que é tema de intensa discussão é o impedimento de candidatos inadimplentes ou com o famoso “nome sujo” de tomar posse em cargos públicos, isso porque muitos apontam como inconstitucional, no entanto, concursos como o do Banco do Brasil defendem a restrição com o argumento de que é um esforço para adequar-se à política de combate à lavagem de dinheiro.

Concurso de provas e títulos

Em alguns editais de concursos, os inscritos se deparam com o tema “prova de título”, mas poucos sabem de fato sobre o que se trata. Existem processos que, por conta do cargo e da função estabelecida, exigem que o candidato tenha um curso de especialização e, essencialmente, a prova de título é utilizada para otimizar a classificação.

Prova de título é uma espécie de segunda etapa de um concurso público, onde o candidato aprovado na primeira avaliação passa por uma triagem para validação e comprovação das suas qualificações para determinado cargo. Alguns casos só aceitam candidatos que sejam graduados na área, outros utilizam da prova de título para garantir que o profissional tenha as habilidades requisitadas e não impõe o superior completo para assumir o cargo.

Além do resultado da avaliação, em alguns casos a prova de título também pode exigir a comprovação de capacidade e bagagem curricular, como certificados de MBA, graduação, cursos on-line e livres ou até mesmo artigos científicos publicados pelo candidato. Apesar de ser importante para a classificação, a prova de títulos não tem caráter eliminatório. O processo é apenas para confirmar a capacidade do profissional para assumir o cargo ou função designada.

Como se preparar para o concurso?

Cada concurso conta com sua complexidade e característica e toda a sua formatação é divulgada através do edital. No entanto, a alta concorrência é unânime dentre os concursos públicos de todas as instâncias, por isso, as pessoas interessadas em assumirem um cargo público devem ter a consciência de que precisarão ter disciplina e total dedicação nos estudos para conquistar a desejada função.

Alguns concursos são recorrentes, por isso, a dica número um de como estudar é se preparar antes mesmo de publicarem o edital. Para se preparar para o próximo concurso busque edições passadas, veja os temas frequentes nas questões e faça simulações. Além disso, estude também as áreas que você irá se candidatar, não apenas cargos específicos, assim, você se prepara para provas de diversos segmentos e pode prestar mais de um concurso.

Existem diversas formas do candidato estudar e se dar bem nas provas. Seja sozinho ou em grupo de estudos, faça uma boa gestão de tempo e reserve um período diário para tirar o melhor proveito possível do aprendizado.

Se você tem dificuldades de concentração nos estudos ou não tem ideia por onde começar a se preparar, a ajuda de um profissional pode te ajudar! Hoje, existem cursos e professores particulares especializados em passar conteúdo para concurseiros. Vale destacar que se escolher essa opção, você irá investir um valor que dependerá de cada instituição/profissional.

Concursos mais concorridos

No Brasil, a concorrência entre concursos públicos federais, estaduais ou municipais é acirrada, isso porque a alta remuneração, a estabilidade profissional e o grande leque de benefícios movimentam intensamente boa parte da população em busca de uma chance.

Confira abaixo os principais concursos para candidatos com ensino médio e superior completo:

Ensino Médio

  • Instituto Nacional do Seguro Social (INSS): o cargo de técnico de seguro é um dos mais buscados e, consequentemente, o que conta com mais vagas quando a instituição abre um concurso. Tal função não exige nível superior e o salário é de cerca de R$4.000,00.
  • Ministério da Fazenda: o cargo de assistente técnico administrativo da MF é uma das funções mais concorridas entre os candidatos de concurso público e cerca de 2 mil vagas são previstas para o cargo. A atividade é gerenciada pelo regime estatutário, ou seja, o servidor público conta com estabilidade profissional.
  • Polícia Federal: um dos mais procurados pelo grande número de vagas disponíveis em cada concurso. O cargo de agente administrativo abre cerca de 5 mil vagas, exige apenas a conclusão do ensino médio e o salário chega a R$ 5 mil mensais, além dos benefícios.
  • Tribunal de Contas da União: o cargo de técnico federal do controle externo oferece salários que chegam a R$8 mil, por conta disso, é também um dos mais buscados pelos profissionais que possuem formação completa no ensino médio.

Ensino Superior

  • Defensoria Pública: presente na lista dos principais concursos do país, seguir carreira na defensoria pública não é tarefa fácil. Isso porque os editais não abrem com frequência e não são disponibilizadas um número alto de vagas, por esse motivo, a concorrência fica ainda mais acirrada. O candidato deve ter graduação completa em Direito e dominar cerca de 10 matérias da área. Para quem conseguir uma vaga na função, o salário chega a R$27 mil, além dos benefícios.
  • Polícia Civil: a área da segurança pública é uma das mais buscadas pelos profissionais. A avaliação não é considerada uma das mais difíceis, e esse é o principal motivo pelo qual é extremamente concorrido. As vagas variam de acordo com o Estado, mas, em média, abrem cerca de 2 mil por ano. A vaga de delegado, uma das mais concorridas no setor, exige formação em Direito e a remuneração chega a R$10 mil.
  • Caixa Econômica Federal: com opções para diversas áreas administrativas, o concurso ocupa o primeiro lugar no pódio na classificação de mais concorridos do país. As vagas são disponibilizadas para candidatos concluintes do ensino médio e, principalmente, para os com diploma superior. Os salários variam de acordo com o cargo, mas o piso inicial é de R$4 mil, além dos benefícios

Editais abertos

Para se inscrever em um concurso público, é preciso acompanhar as publicações dos editais oficiais. Neles, é possível entender se o seu perfil se encaixa para participar do processo seletivo e, além disso, traz informações importantes sobre as vagas.

Em algumas situações, o edital e inscrição poderão ser acessados diretamente no site da instituição responsável por organizar o concurso. Para acompanhar todos os processos oficiais abertos, basta conferir o portal do Diário Oficial da União, que disponibiliza todos os editais de concursos públicos em instância federal.

Cada concurso conta com a sua particularidade também para a inscrição, podendo ser on-line ou presencial, com ou sem taxa. Vale ressaltar que se o candidato quiser participar de concursos que contam com taxa para inscrição e tiver como comprovar baixa renda, poderá isentar-se do pagamento.

Após efetivar a inscrição, o candidato receberá também em seu e-mail as informações que constam no edital, como local, horário e observações gerais da avaliação. Além disso, também é possível conferir o resultado através do e-mail ou presencialmente, em locais determinados previamente.

Carreira pública VS Carreira privada

Escolher entre as duas carreiras não é tarefa fácil, até porque ambas contam com vantagens e desvantagens, mas, para entender qual setor trata mais benefícios para a sua trajetória profissional, é preciso entender quais são as suas metas, objetivos, habilidades e expectativas.

Em tempos de crise, o setor público foi considerado por muitos profissionais como a melhor alternativa de carreira, isso por conta da segurança e estabilidade que o cargo proporciona. Já outros acreditam que quanto maior o desafio, maior é a chance de ascensão profissional, por esse motivo, escolhem seguir uma carreira em empresas privadas.

Separamos as principais diferenças entre as carreiras públicas e privadas para te ajudar a comparar e entender o que é melhor para a sua jornada profissional:

Onde encontrar o CBO (Classificação Brasileira de Ocupação)

Ficou por dentro de tudo sobre concurso público no nosso Guia?

Então avalie se essa é uma boa opção para a sua carreira e, se quer mais um empurrãozinho para se dar bem, confere essas dicas para se preparar para a prova!

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.