Conheça o curso de Fisioterapia

Escolher a profissão que quer exercer não é uma decisão simples e envolve uma série de fatores que precisam ser considerados. Além de pesquisar sobre a área e o mercado de trabalho, outros aspectos surgem quando o assunto é futuro profissional. É preciso pensar nas suas aptidões e preferências, por exemplo.
Você gosta de trabalhar com pessoas, tem facilidade em matérias como ciências biológicas e gosta de entender como o corpo humano funciona? Se você respondeu sim a todas essas questões, o curso de Fisioterapia pode ser uma das opções para a sua escolha. No post de hoje, vamos falar sobre as matérias que são estudadas durante a graduação, o universo do fisioterapeuta e formas de atuar na profissão. Acompanhe!
O curso de Fisioterapia
Quem escolhe cursar Fisioterapia deve esperar aulas de biologia, anatomia, fisiologia, patologia, saúde pública, ortopedia e traumatologia, entre outras que compreendem o funcionamento do corpo humano, bem como as lesões que podem ocorrer e formas de tratamento. De forma geral, os cursos oferecidos pelas instituições de ensino têm de quatro a cinco anos de duração, sendo que a sua primeira metade é destinada apenas ao aprendizado teórico.
Porém, nos últimos semestres começam as cargas horárias práticas, com aulas focadas no tratamento de casos clínicos reais. No último ano, os estudantes precisam fazer o estágio obrigatório, que normalmente é feito em clínicas dentro das próprias universidades.
Mercado de trabalho para fisioterapeutas
A fisioterapia é considerada uma profissão em ascensão devido à demanda crescente, principalmente pelos serviços de reabilitação de movimentos e para o alívio de dores crônicas, muitas vezes decorridos dos maus hábitos contemporâneos.
O cenário é animador para os fisioterapeutas, já que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o país deveria ter 160 mil profissionais – porém, apenas 40 mil estão em atuação, principalmente em São Paulo.
O profissional pode ser autônomo e atender em domicílio, atuar em empresas, como hospitais, clínicas, clubes, ou então seguir carreira no setor público, mesmo que os concursos sejam raros. Seja qual for o caminho a ser seguido, o fisioterapeuta pode tratar problemas musculares, de coluna, trabalhar com a recuperação de pacientes acidentados, portadores de distúrbios neurológicos, cardíacos e até mesmo respiratórios. Além disso, também podem assumir uma função preventiva, desenvolvendo programas de reeducação postural.
Não há limite de idade para que um paciente seja submetido à fisioterapia; por isso, o profissional pode trabalhar desde crianças até idosos, o que também abre ainda mais o leque de atuação.
Cursos de especialização dentro da Fisioterapia
Como a Fisioterapia é uma área ampla de atendimento em saúde, depois de formado o profissional pode escolher se especializar. Existem inúmeras opções de cursos de pós-graduação, assim como os de curta duração, que habilitam o fisioterapeuta a exercer atividades – como, por exemplo, instrução de pilates, RPG e microfisioterapia, entre outros.
Assim como em toda a área da saúde, os constantes estudos desenvolvidos e descobertas científicas fazem da Fisioterapia um campo que exige constante atualização dos seus profissionais, para que eles possam prestar o melhor atendimento, proporcionando qualidade de vida aos seus pacientes.
E então, se identificou com a carreira de fisioterapeuta? Ficou com alguma dúvida? Escreva para a gente nos comentários!

Categoria: CursosPrasaber

Quero receber notícias do Pravaler

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o Pravaler em primeira mão.