Simulado para o Enem: o que é e qual sua importância? Simulado para o Enem: o que é e qual sua importância?

Simulado para o Enem: o que é e qual sua importância?

A importância do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) na vida de qualquer estudante que deseja ingressar no ensino superior é indiscutível. Além de testar o desempenho dos alunos em relação às matérias que aprendeu durante a vida escolar, o resultado do exame pode ser a chave para você entrar na faculdade que deseja.

Porém, para conseguir uma boa performance no dia do exame, não jeito: você precisa praticar. E muito! Por isso, além do estudo focado nas áreas de conhecimento que a prova exige, o simulado do Enem é essencial para se acostumar com esse tipo de avaliação e entender onde estão as suas maiores dificuldades.

Ficou interessado no assunto? Continue acompanhando para saber mais sobre esse tema! 😊

O que é o simulado do Enem?

Uma prova simulada é um conjunto de questões organizadas no mesmo formato de um determinado exame, seja o Enem ou os vestibulares como a Fuvest, Vunesp, ITA, entre outros. Normalmente, são utilizadas as mesmas questões que estiveram presentes nos vestibulares anteriores.

O simulado do Enem, portanto, tem exatamente o mesmo formato das provas aplicadas em outras edições: 180 questões, distribuídas entre as quatro áreas de conhecimento, além da redação.

Qual a importância de estudar com o simulado do Enem?

Ao fazer o simulado, você vai se submeter a uma prova muito parecida com aquela que irá fazer no dia do exame real. Dessa forma, já é possível se habituar com as características da prova e com o estilo das questões – que, ao contrário daquelas que estamos acostumados nas avaliações do ensino médio, são mais interpretativas e exigem do estudante uma percepção maior para relacionar os conteúdos das matérias e, assim, elaborar as respostas.

Por esse motivo, o aluno precisa desenvolver a habilidade para ter um bom desempenho em provas como essa, que além de uma abordagem do conhecimento completamente nova, é muito mais longa e cansativa do que as provas escolares. É fundamental que o estudante se familiarize com esse formato para que tenha mais segurança no momento de fazer a prova real.

Os simulados também podem ser um bom termômetro para que você entenda onde está a sua maior dificuldade e possa se dedicar a estudar mais determinadas matérias em detrimento de outras que tem mais facilidade, otimizando o seu tempo de estudo.

Como funciona o simulado do Enem?

Como falamos anteriormente, o simulado do Enem é formado por questões que já caíram nas edições anteriores do exame. É a forma mais eficiente de treino para o dia da prova, já que apresenta a mesma estrutura: 180 questões que englobam as quatro áreas de conhecimento (Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias), assim como o mesmo estilo de questões, que costumam relacionar os conhecimentos adquiridos no ensino médio com assuntos da atualidade.

Os simulados podem aparecer em dois formatos: mesclando questões de anos anteriores ou com a estrutura de uma prova inteira de um mesmo ano, como o simulado Enem 2019, por exemplo, que é a edição mais recente. Você pode encontrar as provas na internet, em sites que disponibilizam o teste para fazer on-line ou em formato PDF, que pode ser impresso para realizar à mão.

Quais matérias compõem o simulado?

Você já deve saber que, assim como na prova de verdade, os simulados do Enem não são divididos em disciplinas, mas sim em quatro grandes áreas do conhecimento que se relacionam entre si. Vamos explicar cada uma delas a seguir.

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias


Essa prova abrange o conteúdo de língua portuguesa, literatura e língua estrangeira (inglês ou espanhol), além de artes, educação física, tecnologias da informação e comunicação. Para esse conteúdo, serão exigidas as seguintes competências, de acordo com o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira):

  • Competência de área 1 – aplicar as tecnologias da comunicação e da informação na escola, no trabalho e em outros contextos relevantes para sua vida.
  • Competência de área 2 – conhecer e usar língua(s) estrangeira(s) moderna(s) (LEM) como instrumento de acesso a informações e a outras culturas e grupos sociais.
  • Competência de área 3 – compreender e usar a linguagem corporal como relevante para a própria vida, integradora social e formadora da identidade.
  • Competência de área 4 – compreender a arte como saber cultural e estético gerador de significado e integrador da organização do mundo e da própria identidade.
  • Competência de área 5 – analisar, interpretar e aplicar recursos expressivos das linguagens, relacionando textos com os seus contextos, mediante à natureza, função, organização e estrutura das manifestações, de acordo com as condições de produção e recepção.
  • Competência de área 6 – compreender e usar os sistemas simbólicos das diferentes linguagens como meios de organização cognitiva da realidade pela constituição de significados, expressão, comunicação e informação.

Ciências Humanas e suas Tecnologias


Essa prova engloba os conteúdos de geografia, história e filosofia e sociologia e exige que o aluno tenha adquirido, durante o ensino médio, as seguintes competências:

  • Competência de área 1 – compreender os elementos culturais que constituem as identidades.
  • Competência de área 2 – compreender as transformações dos espaços geográficos como produto das relações socioeconômicas e culturais de poder.
  • Competência de área 3 – compreender a produção e o papel histórico das instituições sociais, políticas e econômicas, associando-as aos diferentes grupos, conflitos e movimentos sociais.
  • Competência de área 4 – entender as transformações técnicas e tecnológicas e seu impacto nos processos de produção, no desenvolvimento do conhecimento e na vida social.
  • Competência de área 5 – utilizar os conhecimentos históricos para compreender e valorizar os fundamentos da cidadania e da democracia, favorecendo uma atuação consciente do indivíduo na sociedade.

Ciências da Natureza e suas Tecnologias


A prova abrange o conteúdo de física, química e biologia. Nela, são exigidas as seguintes competências:

  • Competência de área 1 – compreender as ciências naturais e as tecnologias a elas associadas como construções humanas, percebendo os seus papéis nos processos de produção e no desenvolvimento econômico e social da humanidade.
  • Competência de área 2 – identificar a presença e aplicar as tecnologias associadas às ciências naturais em diferentes contextos.
  • Competência de área 3 – associar intervenções que resultam em degradação ou conservação ambiental a processos produtivos e sociais e a instrumentos ou ações científico-tecnológicos.
  • Competência de área 4 – compreender interações entre organismos e ambiente, em particular aquelas relacionadas à saúde humana, relacionando conhecimentos científicos, aspectos culturais e características individuais.
  • Competência de área 5 – entender métodos e procedimentos próprios das ciências naturais e aplicá-los em diferentes contextos.
  • Competência de área 6 – apropriar-se de conhecimentos da física para, em situações-problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.
  • Competência de área 7 – apropriar-se de conhecimentos da química para, em situações-problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.
  • Competência de área 8 – apropriar-se de conhecimentos da biologia para, em situações-problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-tecnológicas.

Matemática e suas Tecnologias


A prova de Matemática e suas Tecnologias aborda as seguintes competências:

  • Competência de área 1 – construir significados para os números naturais, inteiros, racionais e reais.
  • Competência de área 2 – utilizar o conhecimento geométrico para realizar a leitura e a representação da realidade e agir sobre ela.
  • Competência de área 3 – construir noções de grandezas e medidas para a compreensão da realidade e a solução de problemas do cotidiano.
  • Competência de área 4 – construir noções de variação de grandezas para a compreensão da realidade e a solução de problemas do cotidiano.
  • Competência de área 5 – modelar e resolver problemas que envolvem variáveis socioeconômicas ou técnico-científicas, usando representações algébricas.
  • Competência de área 6 – interpretar informações de natureza científica e social obtidas da leitura de gráficos e tabelas, realizando previsão de tendência, extrapolação, interpolação e interpretação.
  • Competência de área 7 – compreender o caráter aleatório e não-determinístico dos fenômenos naturais e sociais e utilizar instrumentos adequados para medidas, determinação de amostras e cálculos de probabilidade para interpretar informações de variáveis apresentadas em uma distribuição estatística.

Onde fazer simulados do Enem?

Se você acompanhou até aqui, já deve ter se convencido da importância do simulado para um excelente desempenho no Enem deste ano. Para ajudar nessa jornada rumo à universidade, montamos um simulado do Enem on-line com as questões de sua última edição, de 2019. Você pode fazer a prova no próprio site e conferir a sua performance.

Bora começar a treinar? \o/

Categoria: ENEMPRASABER

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.