Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Como é o vestibular da Fuvest e quando abrem as inscrições? Como é o vestibular da Fuvest e quando abrem as inscrições?

Como é o vestibular da Fuvest e quando abrem as inscrições?

A fase do vestibular não é nada fácil. Pois, além de se dedicar aos estudos, o vestibulando precisa se organizar e se encaixar na própria rotina e entender o funcionamento dos diferentes processos seletivos que existem.

Se você pretende e tem interesse em ingressar na USP, saiba que uma das alternativas para estudar na universidade mais concorrida da América Latina é por meio do vestibular da Fuvest. Você sabe como funciona?

Nós preparamos um conteúdo completo com todas as informações que você precisa saber ao escolher o processo seletivo da Fuvest. Vamos nessa?!

O que é Fuvest?

A Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular) é a instituição responsável pela elaboração do processo seletivo de ingresso à Universidade de São Paulo (USP). Desde a década de 70, diversos estudantes encaram esse vestibular para conseguir entrar nessa instituição de ensino.

Considerado o segundo maior processo seletivo universitário do país, a Fuvest costuma receber mais de 100 mil inscritos todos os anos. O objetivo da organização desde a sua fundação, em 1976, é desenvolver um vestibular que pudesse selecionar os melhores alunos para estudar na USP.

Atualmente, a Fuvest realiza apenas o vestibular da Universidade de São Paulo, no entanto, já chegou a ser responsável pelo ingresso de alunos na Fundação de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP), entre os anos de 1988 e 2016, e para a Academia de Polícia Militar do Barro Branco (APMBB), entre 1996 até 2010.

Como funciona a Fuvest?

O vestibular da Fuvest é dividido em duas fases. A primeira é de múltipla escolha, enquanto a segunda é com questões dissertativas. Veja como funciona cada etapa do processo seletivo:

Primeira fase

A primeira fase do vestibular da Fuvest possui cinco horas de duração e conta com 90 questões de múltipla escolha. As disciplinas exigidas nesta fase são:

  • Biologia
  • Física
  • Geografia
  • História
  • Inglês
  • Matemática
  • Português
  • Química

Essa primeira fase serve para selecionar os candidatos que passarão para a segunda parte da seleção, visto que é preciso pelo menos 30% de acertos. Além disso, serve também para compor uma das três notas importantes para formular a classificação final.

Segunda fase

Já a segunda fase do vestibular da Fuvest tem duração de quatro horas e é dividida em dois dias. Os candidatos deverão realizar uma prova dissertativa de conhecimentos específicos.

No primeiro dia, a prova é dividida em duas partes, com valor de 50 pontos cada. Na primeira parte, o candidato deve responder 10 questões de Português, que cobram, sobretudo, interpretação e compreensão de textos, gramática e literatura. Já na segunda parte, o estudante deve redigir uma redação.

No segundo dia dessa fase, é aplicada uma prova de 12 questões, os temas, neste caso, vão de acordo com a carreira escolhida pelo estudante. Podem cair de duas a quatro disciplinas. Nessa parte a prova vale 100 pontos.

Essas duas notas computadas da segunda fase compõem a nota que, juntamente da primeira fase, calcula a nota para a classificação final do candidato.

Vale lembrar que as provas da segunda fase são iguais para todos.

Precisa de Enem para fazer Fuvest?

Excepcionalmente neste ano (para ingresso em 2023), o Conselho de Graduação da USP aprovou em uma reunião um novo sistema de ingresso para estudantes aos cursos de graduação na universidade por meio do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Anteriormente, as formas de entrar na USP eram por meio da Fuvest e o Sisu (Sistema de Seleção Unificada), que utiliza a nota do Enem e é ligada ao Ministério da Educação (MEC). No entanto, para o ano que vem, a proposta exige que os candidatos sejam convocados diretamente pela Fuvest a partir das notas que obtiveram no Enem.

O objetivo dessa mudança é aumentar as chances de acesso à Universidade, pois, isso possibilita que o estudante aprovado via Enem possa efetuar a matrícula junto ao candidato ingressante pela Fuvest, sem depender do calendário do Sisu. Essa nova forma de ingresso se chamará Enem-USP.

Quanto custa o vestibular da Fuvest?

O valor da taxa de inscrição é de R$ 191,00. Entretanto, o estudante também pode solicitar a isenção do pagamento da taxa.
Todos os candidatos que querem prestar a primeira fase do vestibular devem se inscrever, mesmo aqueles que deram entrada no pedido de isenção e redução da taxa. Esse procedimento deve ser feito no ato da inscrição, que falaremos mais a seguir.

Como se inscrever no vestibular da Fuvest?

Todo o processo de inscrição do vestibular da Fuvest é feito no site oficial da instituição.

A inscrição para o vestibular da Fuvest é feita da seguinte forma:

O candidato deve acessar o site oficial da Fuvest, selecionar a opção “Vestibular para a Universidade de São Paulo”, clicar no ícone da inscrição, informar todos os dados solicitados pelo sistema, imprimir o boleto e pagar a taxa de inscrição.

Como mencionamos anteriormente, o candidato pode solicitar a isenção e redução dessa taxa, mas, devem se atentar aos requisitos.

  • Isenção da taxa: para estudantes que possuem renda familiar de até um salário mínimo e meio de São Paulo.
  • Redução da taxa: candidatos com renda individual de até dois salários mínimos de São Paulo e desempregados, ou candidatos com rendimentos mensais entre 1,5 e 3 salários-mínimos de São Paulo, por pessoa da família.

Além disso, 50% das vagas são destinadas aos grupos do sistema de cotas, sendo:

  • 50% das vagas de cada curso destinadas a candidatos egressos de escolas públicas;
  • 37,50% desses 50% são vagas destinadas a candidatos pretos, pardos e indígenas.

O período de inscrição para ingresso em 2023 se encerrou no dia 7 de outubro. A primeira fase do vestibular foi realizada em 4 de dezembro deste ano, e a segunda fase entre 8 e 9 de janeiro de 2023.

Confira o calendário da Fuvest 2023:

Inscrições: 15 de agosto a 23 de setembro
Prazo para o pagamento da taxa: até 27 de setembro
Divulgação dos locais de prova da 1ª fase: 18 de novembro
Aplicação da prova da 1ª fase: 4 de dezembro
Divulgação dos locais de prova da 2ª fase: 16 de dezembro
Aplicação da prova da 2ª fase: 8 e 9 de janeiro
Prova de habilidade específica – Artes Cênicas: 11 a 14 de janeiro
Prova de habilidade específica – Música (ECA-São Paulo): 11 a 14 de janeiro
Prova de habilidade específica – Música (FFCLRP-Ribeirão Preto): 11 a 14 janeiro
Prova de habilidade específica – Artes Visuais: 12 de janeiro
Lista de convocados para a 2ª fase: 16 de janeiro
Lista de aprovados: 30 de janeiro
Resultado dos treineiros: 6 de fevereiro
Matrícula da 1ª chamada: 31 de janeiro a 06 de fevereiro
Lista da 2ª chamada: 10 de fevereiro
Matrícula da 2ª chamada: 13 e 14 de fevereiro
Lista da 3ª chamada: 17 de fevereiro
Matrícula 3ª chamada: 23 e 24 de fevereiro
Manifestação de interesse na lista de espera: 1 a 3 de março

O que cai no vestibular da Fuvest?

As disciplinas exigidas no vestibular da Fuvest são: Biologia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Português, Química e a produção de uma redação dissertativa-argumentativa.

Mas, além das matérias obrigatórias, o vestibular da Fuvest costuma cobrar a leitura de alguns livros. Para a edição de 2023, os livros que caem na prova da Fuvest são:

  • Poemas Escolhidos – Gregório de Matos
  • Quincas Borba – Machado de Assis
  • Alguma poesia – Carlos Drummond de Andrade
  • Angústia – Graciliano Ramos
  • Mensagem – Fernando Pessoa
  • Terra Sonâmbula – Mia Couto
  • Campo Geral – Guimarães Rosa
  • Romanceiro da Inconfidência – Cecília Meireles
  • Nove Noites – Bernardo Carvalho

Como passar no vestibular da Fuvest?

Passar no vestibular da Fuvest exige, sobretudo, muita dedicação, organização, além de muito estudo. É fato que o exame não é nada fácil, mas também não é tão complicado assim. Existem maneiras de conseguir passar na prova, e separamos 3 das principais dicas para conseguir, confira:

Fazer simulados

Nada adianta horas dedicadas aos estudos se não colocar em prática todo o conhecimento adquirido. Por isso, o simulado da Fuvest é muito importante durante a sua jornada de estudos.

Os simulados nada mais são do que imitadores da prova, ou seja, o candidato pode ter uma noção média de como funcionará o vestibular da Fuvest e assim, o vestibulando estará mais preparado para encarar o processo seletivo.

Estudar o vestibular

Cada vestibular possui suas próprias características, e o da Fuvest não é diferente, visto que é um vestibular único de ingresso na USP. Disto isso, estudar cada prova é primordial, pois, o que costuma cair em um exame, não costuma cair em outro, um exemplo disso são as obras literárias exigidas.

Não esquecer da saúde

Embora a cobrança seja elevada, não se pode esquecer de priorizar a sua saúde, tanto mental quanto física, afinal, você precisa estar inteiro e saudável para o dia oficial da prova. Dito isso, procure, ao longo dessa jornada, fazer coisas que os deixem bem e mantenha positiva sua saúde mental durante o período de estudos.

Quando sai o resultado da Fuvest?

O resultado da Fuvest costuma sair no começo do ano. Em 2023, será divulgado no dia 30 de janeiro. Os estudantes selecionados devem realizar a matrícula entre os dias 31 de janeiro e 06 de fevereiro.

Agora que você já sabe como entrar na USP e, além disso, como é o vestibular da Fuvest, fica mais fácil se preparar e encarar a prova, não é mesmo? A boa notícia é que nós estamos na torcida por você!

CTA simule seu financiamento - Dicas de Estudos

Texto escrito por: PRAVALER
x

Estude o que sempre sonhou com o financiamento estudantil.

Faça faculdade pagando menos por mês com o Pravaler.

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter