Carreira pública: conheça as vantagens e desvantagens

Carreira Publica vantagens e desvantagens Pravaler


Segurança ou autonomia? Essa é uma dúvida comum entre as pessoas que pensam em seguir carreira pública. De fato, é natural que a estabilidade de um concursado chame a atenção em um cenário onde existem poucas oportunidades. Além disso, cargos públicos podem oferecer excelente remuneração, de acordo com o grau de escolaridade do profissional.

Por outro lado, a carreira também tem suas desvantagens, como a dependência de um órgão público para prosperar financeiramente e a falta de liberdade para criar seus próprios projetos.

É por isso que cabe uma análise mais aprofundada sobre o tema. Saiba mais sobre a carreira pública e se ela tende a ser boa ou não para os seus interesses.

O que é carreira pública?

Chamamos de carreira pública o trabalho realizado em instituições ligadas à administração pública, em setores que podem ser a educação, a saúde, o transporte, entre outros.

Quem realiza essas atividades são os servidores públicos, profissionais concursados que atuam em órgãos federais, estaduais ou municipais. Por lei, esses servidores contam com uma série de benefícios, o que garante estabilidade à sua atuação. Ainda que a estabilidade seja o grande diferencial dessa profissão, o fato é que não é só ela que torna essa escolha atrativa. Existem também uma série de outras vantagens, como a possibilidade de ascensão profissional, como veremos na sequência.

Como subir de cargo na carreira pública?

A promoção é um dos diferenciais da carreira pública. Em geral, o concursado entra na instituição ocupando um cargo inicial, mas vai tendo condições de crescer ao atingir metas. Essas metas dependem de cada órgão, mas em geral, dependem de convites feitos pelas lideranças como os supervisores que estão em busca de reposição para determinada vaga.

Quais são as vantagens da carreira pública?

A primeira delas é certamente a estabilidade. Ao ser aprovado em um concurso público, o candidato passa a ser protegido pela Constituição Federal, o que dá a ele segurança maior em relação à demissão. Após o terceiro ano no posto, ele tem garantida a segurança no cargo.

Isso não quer dizer que ele não possa ser demitido, mas essa condição só se faz possível em casos de faltas graves que confrontem o estatuto do cargo. Ainda assim, precisa ser aberto um processo para que a causa da falta seja efetivamente apurada.

Também quanto aos salários, a carreira pública pode até competir com os da iniciativa privada, principalmente para os profissionais de Direito, a área que oferece as melhores oportunidades em termos de concursos públicos.

Outro ponto a ser destacado é a não necessidade de o concursado ter experiência prévia. É possível ingressar uma carreira próspera mesmo sem nunca ter trabalhado e desfrutar de benefícios como os regidos pela CLT, o que garante qualidade de vida e possibilidade de ascensão profissional.

Quais são as desvantagens da carreira pública?

Uma desvantagem é a concorrência. Costuma ser muito difícil conseguir as melhores vagas na área pública justamente por se tratar de algo bastante vantajoso – e muitos passam a vida tentando. São os chamados concurseiros, candidatos que estudam pensando em concursos que podem ser abertos ou não.

Também é preciso ter em mente que a carreira pública limita a ação do profissional. A este, cabe agir em função das exigências do cargo e, mesmo que queira, ele não pode expandir seus horizontes. É por esse motivo que esse tipo de atividade não é recomendada para pessoas mais criativas, não acostumadas com o trabalho burocrático.

É em relação à burocracia que mesmo a estabilidade do setor público pode sim ser uma desvantagem. Os fluxos de trabalho costumam ser pouco simples e intuitivos, o que torna os processos realmente longos e ineficientes. Para quem tem um perfil mais ágil, isso também pode ser um problema.

Conheça 18 cargos e salários muito cobiçados na carreira pública

Alguns trabalhos são realmente atrativos na área pública. Isso porque, além de oferecerem a segurança tão valorizada por quem deseja seguir por esse caminho, também são capazes de trazer retornos elevados como na iniciativa privada. Conheça algumas dessas possibilidades na sequência.

1. Procurador do trabalho

Para o advogado formado, uma possibilidade é atuar no Ministério Público do Trabalho, combatendo as irregularidades trabalhistas. Esse profissional costuma receber muito bem, com salários iniciais de R$ 24.057,33.

2. Juiz

Também para o bacharel em direito é possível ganhar a partir de R$ 25.197,04 julgando ações em que os órgãos federais estão envolvidos. Neste caso, trata-se do juiz federal. Já o juiz estadual, ganha a partir de R$ 22.797,33 para atuar no que diz respeito ao estado em que atua.

3. Auditor da receita federal

Cargo com remuneração inicial de R$ 14.965,44, para qualquer cargo de ensino superior. Este é um dos concursos mais desejados do país, pois não exige uma graduação específica e ocorre geralmente a cada dois anos. Questões tributárias envolvendo o contribuinte são o foco de atuação deste concursado.

4. Diplomata

Responsável por representar o Brasil, o diplomata começa recebendo 14.290,72, podendo aumentar a cada promoção. Embora esteja muito ligada ao direito, a carreira é aberta para qualquer tipo de graduação, com concursos anuais.

5. Defensor público estadual

Dependendo do estado em que atua, o defensor público pode ganhar até R$ 20.000 em início de carreira. Ele precisa ser bacharel em direito, ter a aprovação no exame da OAB e comprovada prática forense. O concurso é anual e, uma vez aprovado, o profissional presta orientação jurídica, atua na defesa dos direitos humanos, entre outras atividades.

6. Defensor público federal

Com ganhos iniciais de R$ 17.330,33, o defensor federal precisa ser formado em direito e ter ao menos dois anos de prática jurídica. Sua função é a de prestar orientação jurídica defendendo os direitos humanos de quem não tem recursos para contratar um advogado.

7. Advogado da União

Também para bacharel em direito, com inscrição na OAB. Precisa ter ao menos dois anos de experiência na área para representar a União na consultoria e assessoramento jurídico do Poder Executivo Federal. Vencimentos iniciais de R$ 17.330,33.

8. Procurador da Fazenda Nacional

Recebendo R$ 16.489,37, precisa ser advogado com prática forense de dois anos. A carreira envolve a defesa judicial da União Federal no que diz respeito às ações tributárias.

9. Procurador do Banco Central

Advogado formado com prática forense de ao menos dois anos. Recebe R$ 15.719,13 para exercer a defesa judicial do Banco Central e prestar consultoria jurídica à entidade.

10. Delegado da Polícia Federal

Para receber a partir de R$ 14.037,11, o formado em Direito atua no combate ao crime contra o patrimônio da União, lidando com o policiamento de fronteiras e combatendo o tráfico internacional de entorpecentes.

11. Delegado da Polícia Civil

Função estadual que pode chegar a R$ 15.715,39 como remuneração, também é para o bacharel em direito que pretende trabalhar com segurança pública, apurando infrações penais e preservando o patrimônio.

12. Oficial de inteligência da Abin

Salário inicial de R$ 14.662,34 para ensino superior completo em qualquer área. A função do agente de inteligência é atuar na coleta e no processamento de informações visando prevenir o país de atentados, crimes financeiros, entre outros.

13. Auditor fiscal do trabalho

Formado em qualquer área, o auditor começa recebendo R$ 14.280 e atua na fiscalização das relações que envolvem os empregos, conferindo a atuação das empresas de acordo com regras e normas de segurança do trabalho para proteger o trabalhador.

14. Advogado do BNDES

Outra opção para a área jurídica, certamente a que oferece melhores oportunidades salariais entre as carreiras públicas. Com salário inicial de R$ 9.182,01, o bacharel em direito com registro na OAB deve representar o BNDES no que diz respeito a suas atividades e interesses.

15. Analista do Tribunal Regional do Trabalho (TRT)

Com salário que varia entre 7 e 9 mil reais, de acordo com a área (existem 24 unidades do TRT espalhadas no país, sendo que cada uma determina suas regras). Ao profissional cabe lidar com recursos humanos, orçamentos, interpretar dados, entre outros.

16. Agente de Polícia Federal

Com vencimentos iniciais de R$ 7.514,33, é possível prestar concurso com graduação em qualquer área. O profissional trabalha com investigações e atividades administrativas ligadas à segurança pública.

17. Analista do INSS

Para receber o salário inicial de R$ 7.147,12, o profissional pode atuar em uma série de atividades relacionadas ao INSS, como ciências contábeis, engenharias, entre outras. É possível disputar as vagas de acordo com sua formação.

18. Professor universitário

Instituições públicas de ensino oferecem salários vantajosos para doutores que pretendem dar aulas para a graduação. Algumas delas chegam a pagar até R$ 10.000 para os aprovados em seus concursos. Para tanto, é preciso ter especialização e experiência na área em questão.

Enfim, a carreira pública é uma opção interessante para quem está em busca de estabilidade e, dependendo do cargo, é possível também garantir excelentes salários. O segredo é começar a sua preparação o quanto antes e se adaptar às exigências de cada prova.

Gostou de saber sobre carreira pública? Então confira também os cursos mais procurados do mercado de trabalho.

Compartilhar
Categoria: Carreira
Tags: ENEM ENEM 2019

Pesquisar

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.