Curso Técnico em Informática – saiba tudo sobre a profissão Curso Técnico em Informática – saiba tudo sobre a profissão

Curso Técnico em Informática – saiba tudo sobre a profissão

Com o mundo mais digitalizado, com certeza uma das áreas com mais procura, tanto pelas companhias quanto pelos profissionais, é a de informática. As novas tecnologias e a automatização fizeram com que o mundo corporativo se adaptasse à nova realidade, e isso gerou maior exigência de capacitação profissional nos processos seletivos.

Hoje, existem diversas modalidades de ensino para o profissional da área se especializar e complementar o seu currículo. Uma delas – e a mais buscada para iniciantes – é a modalidade de curso técnico, no qual são trabalhadas as habilidades do estudante para a montagem e a manutenção de computadores, configurações de redes, desenvolvimento de sites e outras atividades voltadas à área.

O grande atrativo para os alunos optarem inicialmente por um curso técnico é, principalmente, o período de estudo, que dura, em média, dois anos. Com uma formação mais rápida e com a mesma qualidade, encontrar uma oportunidade de trabalho se torna muito mais fácil.

E aí, quer começar a sua carreira na área de tecnologia e entrar para o mercado de trabalho logo? Então, invista em um curso técnico de informática!

Vamos te contar tudo sobre a modalidade, acompanhe logo abaixo.

O curso técnico em informática

O curso técnico em informática tem como objetivo desenvolver a capacidade e as habilidades do estudante no que diz respeito ao desenvolvimento, ao aperfeiçoamento e à correção de tecnologias.

Por meio de aulas práticas e teóricas, o aluno aprende a arquitetar estruturas de softwares e sistemas, além de estudar as mais variadas e modernas linguagens da programação, seguindo sempre as normas técnicas vigentes.

O profissional com curso técnico em informática também se torna responsável por todo o planejamento e execução de manutenção ou operação de redes e máquinas, configurando os equipamentos a partir da necessidade individual ou coletiva.

Como funciona o curso técnico em informática?

As aulas do curso técnico em informática abordam temas que possibilitam o estudante a entender as etapas de instalação e operacionalização de sistemas, aplicativos e periféricos para desktop e servidores. Também são atribuições de um profissional do segmento de informática o desenvolvimento e a documentação das aplicações feitas em desktop com acesso à web e ao banco de dados.

Além disso, o estudante desse curso também se torna apto para a manutenção de computadores, instalações e configurações de redes locais e acompanhamento ativo do desempenho de servidores e serviços de internet.

Cada instituição conta com uma grade curricular e modelo de ensino. Alguns cursos contam com especializações em uma área da informática, como montagem de computadores, internet e até mesmo programação. No entanto, de modo geral, o curso técnico em informática é composto pela seguinte grade curricular:

  • Manutenção de computadores;
  • Lógica e linguagens de programação;
  • Redes de computadores;
  • Interpretação de especificações computacionais;
  • Sistemas operacionais;
  • Modelos de interfaces para usuário;
  • Arquitetura de computadores;
  • Análise, desenvolvimento e execução de softwares;
  • Banco de dados.

Quem pode fazer um curso de técnico em informática?

Assim como na maioria dos cursos técnicos disponibilizados e reconhecidos pelo Ministério da Educação, para fazer um curso técnico em informática o estudante deve ter no mínimo 16 anos e ter concluído ou estar cursando o segundo ano do ensino médio regular.

Áreas de atuação

De acordo com informações compartilhadas no CNCT (Catálogo Nacional de Cursos Técnicos), o técnico em informática pode ser registrado de quatro maneiras diferentes pela CBO (Classificação Brasileira de Ocupações). São elas:

  • CBO 317110 – programador de sistemas de informação;
  • CBO 317210 – técnico de apoio ao usuário de informática (helpdesk);
  • CBO 317205 – operador de computador (inclusive microcomputador);
  • CBO 313220 – técnico em manutenção de equipamentos de informática.

Dentre as possibilidades de atuação, estão a prestação de serviço autônoma integrada a equipes de empresas do setor de tecnologia ou ainda em núcleos de profissionais da área em companhias de pequeno, médio ou grande porte, do setor público ou privado, e atuante nos mais diversos segmentos do mercado. Também podem atuar em empresas de assistência técnica e na manutenção de centros públicos de acesso à internet.

Tipos de cursos

Os cursos técnicos em informática são disponibilizados nas três modalidades de ensino: presencial, semipresencial ou a distância. O formato varia de acordo com o desejo do estudante e as possibilidades disponíveis na instituição de ensino escolhida para ingressar os estudos.

Confira um pouquinho sobre cada modalidade e entenda qual a melhor opção para o seu perfil:

EAD

As aulas de EAD acontecem em uma plataforma chamada Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), com encontros presenciais apenas para as avaliações, que ocorrem de 1 a 2 vezes por semestre. Vale destacar que, em algumas instituições, as provas e apresentações de seminários também acontecem via internet.
O estudante pode escolher os melhores dias e horários para os seus estudos, acompanhando aulas ao vivo previamente marcadas e realizando atividades no seu tempo livre.

Semipresencial

Os cursos semipresenciais são conhecidos como cursos híbridos, uma vez que, nessa modalidade, acontece a mistura do ensino EAD com o ensino presencial.
Para um curso ser considerado semipresencial, é necessário que, ao menos, 20% da carga horária seja destinada para aulas a distância. Os encontros presenciais ocorrem de 1 a 2 vezes por semana, dependendo da instituição de ensino.

Presencial

O estudante na modalidade presencial tem aulas frequentes que podem ser em dias diferentes ou durante todos os dias da semana. A carga horária costuma ser mais alta, já que é necessário a presença do aluno na instituição de ensino.
As atividades e provas são realizadas na instituição de ensino e, para conseguir aprovação nas matérias, é necessário ter 70% de frequência mínima nas aulas, além das notas mínimas estipuladas pela escola

Qual o salário de um técnico em informática?

Em constante crescimento no Brasil, a área de informática passou a ser supervalorizada no mercado de trabalho. Hoje, um técnico em informática da área pode ganhar, em média, R$2.589,00 no estágio inicial da função.

Onde fazer curso técnico em informática?

Curso técnico EAD e Semipresencial

  • Universidade Cruzeiro do Sul;
  • Universidade Estácio de Sá;
  • Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac);
  • Instituto Brasileiro de Ensino (IBE);
  • Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Curso técnico presencial

  • Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai);
  • Colégio Praxis;
  • Faculdade de Informática e Administração Paulista (FIAP);
  • Microlins Cursos Profissionalizantes;
  • Grau Técnico.

Qual é a duração média de um curso técnico em informática?

De acordo com as informações cedidas pela CNCT, o curso técnico em informática deve ter duração de 1.200 horas no total. As instituições de ensino oferecem o curso com tempo médio que varia entre 1 ano e meio a 2 anos.

Diploma e certificado

Todos os cursos técnicos reconhecidos pelo CNCT disponibilizam ao final dos estudos o diploma de conclusão de curso. Para que o certificado tenha validação nacional, é importante que o aluno escolha por uma instituição que esteja dentre os centros educacionais autenticados pelo Ministério da Educação (MEC).

Possibilidades de certificação intermediária

  • Administrador de banco de dados;
  • Agente de inclusão digital em centros públicos de acesso à internet;
  • Programador de sistemas;
  • Instalador e reparador de redes de computadores;
  • Operador de computador;
  • Montador e reparador de computadores.

Possibilidades de especialização técnica

O estudante que cursar o técnico em informática terá a oportunidade de se especializar em outras áreas do setor, que são:

  • Especialização técnica em programação web;
  • Especialização técnica em banco de dados;
  • Especialização técnica em redes de computadores;
  • Especialização técnica em manutenção de servidores e dispositivos de armazenamento.

Verticalização para cursos de graduação superior

Já para quem faz o curso técnico com objetivo de começar um curso superior em seguida, pode seguir as seguintes graduações:

Quero receber notícias do Pravaler

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o Pravaler em primeira mão.