Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Como funciona a transferência de faculdade? Como funciona a transferência de faculdade?

Como funciona a transferência de faculdade?

Você sabia que é possível trocar de universidade ou de curso mesmo após o início dos estudos? Mas, este processo de mudança é rodeado de dúvidas e incertezas sobre o funcionamento desta modalidade. Além disso, o estudante deverá reconhecer o momento certo em que sua solicitação de transferência deve ser feita e os motivos que o levam a tomar esta decisão.

Pensando nisso, nós do blog Prasaber preparamos um artigo completo sobre o processo de transferência de faculdade. Acompanhe!

Tipos de transferência

Se sentir desmotivado durante a trajetória no ensino superior é muito comum, mas algumas situações devem servir de alertar para que alguma mudança seja feita, entre elas estão:

  • O curso e a instituição não atenderam suas expectativas;
  • O modelo de ensino tem deixado a desejar;
  • A modalidade de ensino, seja ela presencial ou EAD, não está de acordo com a sua rotina;
  • Dificuldade de deslocamento até a universidade;
  • Infraestrutura ruim;
  • Dificuldade financeira para custear os estudos.

Todos esses casos podem ser gatilhos para que o desejo pela transferência de faculdade transcenda.

Tomar a decisão de solicitar a transferência de faculdade não é nada fácil, por isso, pense bem antes de agir, afinal, estudar algo que não é o que esperava pode ser prejudicial para o seu futuro. Além disso, tenha em mãos todas as informações necessárias sobre o curso ou a instituição que pretende ir, como a grade curricular, o corpo docente e a infraestrutura da universidade.

Antes de solicitar a transferência de faculdade, tenha em mente que há dois tipos de transferências, a interna e a externa, veja abaixo.

Transferência interna

A transferência interna acontece dentro da própria instituição de ensino, ou seja, é a mudança de um curso para outro ou apenas de campus, desde que seja a mesma universidade.

Neste caso, o estudante deve procurar a secretaria da instituição para saber se há a possibilidade desta mudança em seu caso individual, já que existem algumas faculdades que não permitem mudanças de cursos que não tenham correlação entre as áreas de conhecimento.

Para esta troca, o aluno deverá contatar a própria instituição e solicitar a transferência. Também deverá buscar informações mais precisas sobre documentos necessários e prazos.

Transferência externa

A transferência externa ou transferência voluntária, como também é conhecida, é a mudança de uma faculdade para outra, e fica a critério do aluno mudar de curso ou permanecer no mesmo.

Neste caso, as informações sobre o processo, burocracia, documentos, prazos e todas as exigências necessárias, deverão ser buscadas na instituição de ensino a qual deseja se transferir.

Na prática, a transferência externa também pode ser a mudança de universidades federais para universidades privadas, mas é necessário que tenha vagas disponíveis para o curso de interesse, inclusive, é muito importante que o estudante tenha a aceitação da nova faculdade, pois mesmo que cumpra todos os requisitos, a transferência pode ser cancelada.

É necessário fazer um novo vestibular?

A transferência de faculdade também pode exigir que o aluno realize novamente o tão temido vestibular. Geralmente, a prova é aplicada em períodos específicos, então fique atento e se informe na secretaria da sua universidade sobre as datas.

Os temas nesta avaliação podem variar, desde assuntos gerais a conhecimentos ligados ao curso desejado. A boa notícia é que a sua nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) também pode ser usada nesta situação. Bacana, né?!

Documentos necessários para transferência de faculdade

Como citado acima, cada instituição de ensino possui sua regulamentação, e é muito importante que você busque junto a secretaria quais são os documentos necessários para a transferência de faculdade. Abaixo, listamos os mais comuns:

  • Para transferência interna: documento de identificação original com foto, CPF, histórico escolar e acadêmico.
  • Para transferência externa: documento de identificação original com foto, CPF, documentos pessoais de matrícula, histórico escolar e acadêmico.

Posso fazer o aproveitamento de disciplinas em caso de transferência?

A resposta é sim, mas em situações específicas.

Quando as grades curriculares são semelhantes, é possível que o aluno faça o aproveitamento de disciplinas já cursadas, ou seja, essas matérias podem ser eliminadas e assim, não precisará cursá-las novamente. Mas é necessário que o estudante entre em contato com a faculdade de destino e se informe sobre o funcionamento deste processo, visto que cada instituição possui sua particularidade neste quesito.

Normalmente, o aluno sinaliza em um documento as disciplinas cursadas e quais deseja aproveitar do curso anterior, e fica a critério da universidade avaliar e ver a possibilidade de eliminá-las na sua futura grade.

Se as áreas de conhecimento forem bem distintas, é provável que o estudante não possa fazer o aproveitamento da disciplina.

Transferência externa entre faculdades

Em alguns casos de transferência externa entre faculdades, uma taxa poderá ser cobrada referente a inscrição a depender da instituição de ensino, principalmente a que exigir que o aluno faça novamente o vestibular, mas isso fica a critério de cada universidade. Também pode haver taxas referente a matrícula. Neste momento é importante ter cautela e ler toda a documentação antes de tomar qualquer decisão por impulso.

Se você é estudante do ensino superior, com certeza já passou pela sua cabeça como funciona o processo de transferência desde faculdade privada até faculdade pública, não é mesmo?

Confira a seguir como funciona a execução de cada uma delas!

Transferência de faculdade particular para federal

Se você se encaixa na situação de transferência de faculdade particular para pública, deverá se atentar às vagas remanescentes do curso e da universidade desejada, pois há alunos que desistem ao longo da sua graduação, e a vaga dele poderá ser sua.

Mas vale lembrar que é muito importante que o aluno esteja preparado para prestar a prova de transferência, não é somente a documentação necessária que irá garantir a sua vaga. Então, fique atento ao processo seletivo de transferência da faculdade de destino e se dedique aos estudos!

Transferência de faculdade federal para particular

A boa notícia ao estudante que tem o interesse de solicitar a transferência da faculdade pública para a privada é que não é necessário realizar um novo processo seletivo. Neste caso, é preciso apenas que sejam respeitadas as principais condições para a mudança, que são: a existência de vagas para o curso ou faculdade desejada e todos os documentos solicitados pela instituição.

Caso a mudança seja apenas da universidade e o aluno queira fazer o aproveitamento das disciplinas cursadas, deverá solicitar à faculdade de origem o documento que comprove seu desempenho acadêmico.

Transferência de faculdade federal para federal

A transferência de faculdade federal para federal não é um processo tão simples quanto aparenta como as outras modalidades que apresentamos acima.

A transferência entre faculdades federais só acontece mediante os editais divulgados e os calendários do processo seletivo. Por isso, é muito importante que o aluno que tenha o interesse de solicitar a transferência de faculdade federal para federal fique atento ao edital de transferência divulgado pela universidade desejada.

Normalmente, é divulgado no portal da própria instituição. Caso essa informação não seja encontrada com facilidade através da internet, poderá entrar em contato diretamente com a secretaria.

Transferência de faculdade particular para particular

No caso de transferência de faculdade particular para particular, a única coisa que o estudante precisar ficar em alerta é sobre o prazo para fazer a matrícula e solicitar a transferência de fato.

Diferente das outras possibilidades apresentadas, a transferência de faculdade privada para privada não é tão complexa assim. Portanto, procure essa informação na instituição de ensino que pretende ir e aproveite para se organizar e não perder o prazo.

No caso de transferência de faculdade particular para outro estado, o processo é o mesmo. Toda transferência externa, é de suma importância que o estudante se atente quanto ao calendário para fazer a solicitação.

Se você tem vínculo com o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) ou possui bolsa de estudos através do Prouni (Programa Universidade para Todos), não se preocupe, apenas redobre a atenção para alguns fatores, que veremos a seguir.

Transferência de Fies para outra faculdade

A transferência de faculdade está longe de ser algo fácil, mas não é impossível. O Fies também permite que o aluno realize a transferência de universidade ou curso, caso tenha interesse. Mas ainda assim, existem algumas regras.

Se o intuito for a mudança de curso, o beneficiário poderá solicitar a transferência apenas uma vez. Mas, se a transferência for de instituição, ele poderá requisitar uma vez a cada semestre. Esse pedido só poderá ser feito no último mês do semestre em que está cursando e a mudança acontecerá de fato no próximo período. Essa troca também é válida caso o estudante tenha trancado o curso.

Para fazer esta solicitação, o aluno deverá acessar o Sistema do Fies.

Transferência de Prouni para outra faculdade

Já o Programa Universidade para Todos, que tem como objetivo facilitar o acesso de jovens de baixa renda às universidades particulares através de bolsas de estudos, também permite que os alunos bolsistas façam transferência para outra faculdade, desde que cumpra algumas exigências.

No caso do Prouni, é importante que ambas as universidades (a de origem e destino), estejam de acordo com a mudança. Além disso, a instituição que deseja ir deverá fazer parte do programa do governo federal e também ter vaga disponível para o curso.

É importante lembrar que não é possível realizar a transferência de bolsista, por exemplo, parcial para a bolsa integral, e vice-versa. Listamos outros casos em que a transferência de faculdade para bolsistas Prouni não são aceitas:

  • Cursos que não tenham atingido o critério mínimo de desempenho do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES);
  • Se o número de semestres já cursados ou suspenso for superior ou igual a quantidade de semestres do curso de interesse;
  • Bolsa de estudo que foi concedida através de decisão judicial;
  • Se a nota do Enem do estudante for inferior à nota de corte do último candidato aprovado no processo seletivo mais recente do Prouni para o curso de destino, esta questão pode ficar a critério da instituição.

Você também pode conferir mais informações no Manual do Bolsista Prouni.

O aluno bolsista que deseja solicitar a transferência de faculdade fica isento da taxa de inscrição ou matrícula. Vale lembrar também que o aluno pode solicitar a transferência de faculdade a qualquer momento, desde que esteja matriculado em uma instituição de ensino superior.

Fazer a transferência de faculdade ou de curso pode ser uma escolha que impactará no seu futuro acadêmico e profissional. Portanto, pense bem e faça a melhor escolha para você! Alguns fatores importantes devem ser levados em consideração antes de solicitar a transferência de faculdade, e são:

  • Analise bem a estrutura da instituição de ensino que pretende ir, veja se a troca será benéfica para seus estudos;
  • Avalie se a troca irá expandir suas possibilidades de carreira e te dará oportunidades profissionais;
  • Avalie a grade curricular do curso;
  • Verifique o nome da universidade no mercado de trabalho e avalie sua reputação;
  • Analise a qualidade de ensino oferecida pela faculdade que pretende ir;
  • Avalie a distância da universidade para a sua casa ou para o trabalho, se for benéfico, valerá a pena;
  • Verifique a pontuação da instituição no MEC (Ministério da Educação).

Como dito acima, trocar de universidade ou curso não é uma decisão simples, por isso, é preciso ter certeza. No entanto, se o local que pretende ir oferece melhores oportunidades de carreira e de ensino, vale muito a pena.

É importante que o estudante faça um parâmetro entre custo e ensino. Se a questão financeira é um empecilho e intensifique a vontade para solicitar a transferência de faculdade, saiba que hoje existem diversas maneiras de custear as mensalidades, e uma delas é através do financiamento estudantil, como o Pravaler.

Estudantes em todo o país podem solicitar o crédito estudantil pelo Pravaler para ingressar às instituições de ensino superior particulares, e além disso, o pagamento pode ser feito até depois da conclusão do curso. Demais, né?! Para saber mais, acesse o portal oficial do programa.

Gostou deste assunto? Continue acompanhando nossos conteúdos aqui no blog Prasaber e mantenha-se sempre bem informado sobre os principais temas do universo da educação. Até a próxima!

Texto escrito por: PRASABER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter