Universidade Uninassau Universidade Uninassau

Coisas que você precisa saber sobre o curso de Arquitetura

O que vou aprender no curso de arquitetura? O arquiteto é um profissional que desenvolve o projeto e a organização de espaços, sejam eles internos ou externos, a partir de critérios estéticos, funcionalidade e conforto. Pode também atuar na reforma de construções já concluídas, como prédios, por exemplo, definindo a planta e que tipos de materiais serão utilizados.

Tudo isso se dá não apenas por uma escolha subjetiva, mas sim pautado em análise científica do que é viável ou não aplicar em determinado caso. Por isso, é o arquiteto deve estar de olho no modo como o imóvel será utilizado, como será a iluminação e ventilação. Um arquiteto pode ainda atuar na urbanização de áreas ou na construção de objetos, placas de sinalização ou logotipos. Como você pode notar, é um profissional que necessita profunda sensibilidade artística e do qual se exige muita responsabilidade socioambiental.

Veja em detalhe mais informações a respeito do curso de graduação em Arquitetura!

Crédito Estudantil com até o triplo do tempo para pagar

O curso de arquitetura

O curso superior de Arquitetura oferece conhecimentos para que o aluno construa uma visão ampla e multidisciplinar, dominando tecnologias relacionadas a manutenção, execução e projeto de obras.

Durante o curso, portanto, o aluno desenvolve habilidades de projeto, supervisão e execução. Isso ocorre porque durante a formação no curso de Arquitetura, uma parte dos conhecimentos está relacionada às Ciências Exatas e a outra às Ciências Humanas.

No início, o foco está na arte e no desenho, em disciplinas como Representação Gráfica Estrutural e Topografia. Na sequência, surgem disciplinas mais específicas, como Teoria da Arquitetura e Gestão de projetos – tudo isso com muita prática, em laboratórios e via construção de maquetes.

Entre as disciplinas que fazem parte do currículo do curso de Arquitetura estão:

  • Análise e Gestão Ambiental;
  • Desenho Artístico;
  • Desenho Técnico;
  • Gestão de Projetos;
  • História da Arquitetura;
  • Introdução a Gestão de Projetos;
  • Planejamento Urbano;
  • Projeto e Instalações Prediais;
  • Teoria das Estruturas;
  • Urbanismo e Infraestrutura.

Os tipos de cursos

Dentro do universo da área, é possível especializar-se em alguns vieses.

Arquitetura de Interiores: dedica-se à organização de espaços internos, definindo materiais de acabamento, distribuição de móveis e circulação nos espaços;
Arquitetura Industrial: desenvolve projetos para a instalação de indústrias, a partir de normas específicas de segurança;
Arquitetura Verde: desenvolve projetos de residências e lojas comerciais assegurando uma relação adequada ao meio ambiente, de modo integrado;
Comunicação Visual: desenvolve atividades relacionadas à identidade visual de produtos ou empresas, em logotipos e materiais de divulgação, sejam digitais ou impressos;
Paisagismo e Ambiente: ocupa-se de projetos em espaços abertos, tais como praças, parques e jardins;
Edificação e Construção: atua no projeto e coordenação de obras, estipulando quais materiais serão utilizados, bem como controlando custos e prazos de execução;
Luminotécnica: desenvolve projetos de iluminação, tanto para grandes quanto para pequenos espaços, ou mesmo para eventos ocasionais;
Restauro de Edifícios: ocupa-se especificamente da recuperação de prédios ou casas antigas, mantendo as características que os relacionam à sua época de construção:
Urbanismo: atua no planejamento de uma área (bairro ou cidade, por exemplo), definindo o plano diretor e como será o zoneamento local.

Crédito Estudantil com até o triplo do tempo para pagar

Outros pontos importantes

O estágio no curso de Arquitetura é obrigatório, quando o aluno é acompanhado por um profissional formado, auxiliando-o no desenvolvimento de todas as tarefas da profissão;
A duração média do curso é de cinco anos.
Tanto o arquiteto quanto o engenheiro civil geram intervenções no meio ambiente, mas a diferença é que o arquiteto desenvolve projetos pautado em critérios de estética, conforto e funcionalidade, enquanto o engenheiro civil projeta e executa as obras. O arquiteto ainda atua no urbanismo de áreas, o que não cabe ao engenheiro.

Restou alguma dúvida? Deixe o seu comentário!

Categoria: Cursos