Faça uma simulação com o Pravaler Icone seta
Nota de corte do Prouni: o que é e como funciona? Nota de corte do Prouni: o que é e como funciona?

Nota de corte do Prouni: o que é e como funciona?

Muitos estudantes já ouviram falar sobre a nota de corte do Prouni, mas não sabem ao certo como funciona. Neste artigo iremos tirar todas as dúvidas para que o candidato possa abrir vantagem na disputa por uma bolsa de estudos. Vamos lá?

Sobre o Prouni

O Prouni (Programa Universidade para Todos) é uma iniciativa do governo federal criada em 2014 que distribui bolsas de estudos integrais (100%) e parciais (50%) em universidades privadas para estudantes de baixa renda e que não possuem formação no ensino superior. O seu critério de avaliação é o desempenho do aluno no último Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

O candidato precisa cumprir alguns requisitos para ganhar a bolsa do Prouni, como: ter finalizado o ensino médio na rede pública ou privada sendo bolsista integral, ter renda familiar per capita de até três salários-mínimos, ter realizado o último Enem com a pontuação mínima de 450 pontos e não ter zerado na redação. Pessoas com deficiência e professores da rede pública de ensino (exclusivamente para bolsas de estudos em licenciatura) também podem concorrer ao programa.

Todos esses critérios precisam ser comprovados no ato da matrícula na faculdade (caso assim aprovado), junto com uma série de documentos. Lembre-se que a apresentação errada dos documentos exigidos pode causar a desclassificação do candidato, então, fique atento.

Mas, para conquistar uma bolsa do Prouni não basta apenas isso. O mais importante é ficar de olho na nota de corte. Com o sistema do Prouni totalmente informatizado, é possível sincronizar as notas somente apenas com o número de inscrição e senha do Enem, a partir disso, o sistema faz a classificação automaticamente.

Atenção: as inscrições para o programa acontecem duas vezes ao ano, no início do semestre letivo.

Como funciona a nota de corte do Prouni?

Chamamos de nota de corte a nota do último candidato selecionado. Ou seja, na hora do processo, quem teve uma nota maior que a nota de corte tem chances de conseguir a bolsa, apesar de não ser garantia, já que ela muda diariamente.

Também existe uma nota mínima estipulada pelo programa: para o estudante participar do processo seletivo do Prouni, ele precisa ter atingido pelo menos 450 pontos em todas as provas objetivas do Enem, além de não ter zerado a redação.

No entanto, isso não significa que a vaga de quem fez mais de 450 pontos está garantida. Existem cursos menos concorridos em que as notas ficam bem próximas disso, mas em compensação, existem cursos como Medicina em que a nota de corte beira os 800 pontos.

Diferente do que muitos pensam, no Prouni a disputa por uma bolsa de estudos não ocorre entre todos os que escolheram o mesmo curso, independentemente do local. Na verdade, a concorrência só acontece entre os candidatos que escolheram as mesmas opções de: curso, turno, faculdade, unidade (campus) e modalidade de concorrência (sendo através de cotas no Prouni ou não). Por conta de todas essas variáveis, a nota de corte de um mesmo curso pode ser diferente até dentro da mesma faculdade.

Outra coisa que você precisa saber é que existem dois tipos de nota de corte do Prouni, a parcial e a final.

Nota de corte parcial

A nota de corte parcial acontece durante as inscrições. Ela é calculada todos os dias e registra a média do último candidato até o momento. Portanto, enquanto as inscrições do Prouni estiverem abertas, ela é calculada diariamente, considerando os candidatos ao mesmo curso, turno, faculdade, campus e modalidade de concorrência até aquele momento. Essa informação fica disponível no sistema de inscrições e quem ficar de olho nela pode aumentar as chances de passar.

É que o ProUni permite ao candidato modificar suas escolhas quantas vezes quiser, enquanto durarem as inscrições. Se você se candidatou a uma bolsa em determinado curso, turno, faculdade, etc. e a nota de corte é maior do que a sua pontuação no Enem, basta procurar outra combinação com nota mais baixa e assim aumentar sua probabilidade de conquistar uma vaga.

É importante lembrar que a nota de corte parcial tem caráter apenas informativo e não garante a bolsa. Vale a pena atentar-se: a nota de corte parcial não garante a bolsa, mas sim, a nota de corte final, divulgada apenas ao término das inscrições.

Por que a nota de corte do Prouni é importante?

A nota de corte é o que determina a aprovação no ProUni. Por isso, buscar um bom desempenho no Enem é importante para a tão sonhada bolsa de estudos.

Ganhar uma bolsa de estudos é o sonho de muitos estudantes, seja ela de 100% ou de 50%. Em caso de bolsas parciais pelo o Prouni, o aluno pode custear os outros 50% através do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), basta a instituição de ensino fazer parte do programa de financiamento e oferecer vagas, além disso, o estudante deverá ser aprovado no processo seletivo do Fies.

Mas, vamos lá. Para que a mágica aconteça, é necessário que você tenha conhecimento da nota de corte do ProUni para garantir que este sonho se torne realidade.

Veja também: Quero Bolsa e Prouni – onde procurar por bolsas de estudos?

Como mencionado acima, não basta apenas atingir a pontuação mínima de 450 pontos no Enem para ganhar o benefício. Quanto maior for a pontuação no exame, maiores serão as chances de participar do programa.

Se sair bem no Enem não é importante apenas para quem deseja uma bolsa do Prouni. O Sisu (Sistema de Seleção Unificada), programa que substitui vestibulares de instituições públicas, também usa as notas do exame para selecionar estudantes e conta com notas de corte para o preenchimento das vagas oferecidas.

O mesmo acontece com o Fies, programa de financiamento que tem pontuação mínima de 450 pontos de média para que o participante possa se inscrever.

Como a nota de corte do Prouni é calculada?

O cálculo da nota de corte do ProUni é feito baseado no número de vagas para determinado curso e nas notas dos candidatos inscritos para a bolsa, ou seja, a nota de corte para uma vaga será a pontuação do último aluno inscrito.

O estudante poderá saber se com a sua nota do Enem é possível concorrer para tal vaga e faculdade que deseja, caso a possibilidade seja mínima, ele poderá alterar suas opções quantas vezes quiser.

Onde consultar a nota de corte do Prouni?

As notas de corte não são divulgadas com antecedência, assim como a do Fies, ela é divulgada durante as inscrições e o aluno consegue vê-la diariamente, isso porque ela muda de acordo com o número de vagas, número de candidatos, faculdades, cursos, turnos e modalidades, mas lembre-se que a nota de corte final é divulgada apenas ao término das inscrições. É possível consultá-las através do Sistema do Prouni (SisProUni).

Como saber a nota de corte dos cursos do Prouni?

Muitas instituições de ensino fazem parte do programa, então o candidato não precisa se prender a uma única nota de corte, pois ela pode variar muito, até mesmo em relação ao curso. As universidades mais procuradas tendem a ter a nota de corte mais alta, isso se dá pela concorrência. Já em outras que não têm a mesma procura, é possível conseguir uma bolsa de estudos do Prouni com a nota mínima de 450 pontos.

Veja também: O Prouni só vale para primeira graduação?

É muito importante ficar atento às notas de corte do Prouni, afinal, ela é a sua porta de entrada para o ensino superior. Pensando nisso, criamos uma lista baseada nas notas de corte dos cursos mais concorridos e menos concorridos do ano anterior. Acompanhe:

Cursos mais concorridos no Prouni

Veja qual é a nota de corte do Prouni, em média, de alguns dos cursos mais procurados.

  • Medicina: entre 710 e 815 pontos
  • Ciências Econômicas: entre 680 e 730 pontos
  • Direito: entre 660 e 703 pontos
  • Biomedicina: entre 640 e 715 pontos
  • Engenharia Elétrica: entre 625 e 760 pontos
  • Ciências Biológicas: entre 625 e 730 pontos
  • Administração: entre 610 e 680 pontos
  • Arquitetura e Urbanismo: entre 610 e 730 pontos
  • Engenharia de Produção: entre 600 e 715 pontos
  • Gastronomia: entre 605 e 635 pontos
  • Medicina Veterinária: entre 600 e 750 pontos
  • Educação Física: entre 595 e 610 pontos>/li>
  • Engenharia Civil: entre 590 e 740 pontos
  • Farmácia: entre 565 e 765 pontos
  • Enfermagem: entre 565 e 710 pontos

Cursos menos concorridos no Prouni

  • Fisioterapia: entre 560 e 755 pontos
  • Publicidade e Propaganda: entre 550 e 705 pontos
  • Agronomia: entre 540 e 650 pontos
  • Odontologia: entre 520 e 745 pontos
  • Letras (Português/Inglês): entre 500 e 735 pontos
  • Pedagogia: entre 480 e 655 pontos
  • Psicologia: entre 470 e 735 pontos
  • Ciências Contábeis: entre 460 e 640 pontos
  • Nutrição: entre 460 e 715 pontos
  • Gestão de Recursos Humanos: entre 460 e 715 pontos
  • Serviço Social: entre 460 e 700 pontos
  • Jornalismo: entre 455 e 725 pontos
  • Marketing: entre 455 e 700 pontos
  • Artes Visuais: entre 455 e 695 pontos
  • Gestão Comercial: entre 455 e 680 pontos
  • Logística: entre 455 e 660 pontos
  • Segurança no Trabalho: entre 455 e 630 pontos
  • Comércio Exterior: entre 450 e 705 pontos

Como utilizar a nota de corte do Prouni em faculdades privadas?

Ao decidir concorrer a uma bolsa de estudos pelo Prouni, o aluno deve selecionar duas opções de cursos e faculdades. Algumas universidades reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) e bem avaliadas costumam participar do programa todos os anos, é possível consultá-las através do site oficial do programa. Preparamos uma lista com alguma delas que sempre participam, e você pode conferir a seguir:

Não consegui o Prouni, e agora?

Caso confira o resultado do Prouni e não tenha conseguido a tão sonhada bolsa de estudos, não se desespere! Para quem tentou e não foi aprovado na primeira ou segunda chamada, fique atento às vagas remanescentes do Prouni, porque essa também pode ser a chance de garantir a bolsa de estudos.

Mesmo assim, não foi convocado para as vagas remanescentes? Nós temos a solução para garantir o acesso ao ensino superior.

O Amigo Edu é uma das plataformas que oferece bolsas de estudos para graduação, pós-graduação e cursos livres de até 80% de desconto em diversos cursos e instituições de ensino. Basta acessar o site, escolher a bolsa, preencher os dados pessoais, pagar o boleto da pré-matrícula e pronto. Não é necessário ter realizado o Enem e nem ter comprovação de renda.

Ah, e o desconto é válido até o término da graduação, aproveite!

Bolsas de estudo Amigo Edu

Texto escrito por: PRASABER
x

As principais notícias sobre educação na sua caixa de e-mail. Cadastre-se já!

Saiba mais

Pesquisar

Artigos Relacionados

X Assine nossa newsletter