EAD – Guia completo da graduação a distância EAD – Guia completo da graduação a distância

EAD – Guia completo da graduação a distância

O ensino a distância, mais conhecido como modalidade EAD, é uma opção para quem busca mensalidades mais acessíveis e tem menos tempo para se dedicar aos estudos. Como essa procura tem sido cada vez maior, o Ministério da Educação (MEC) publicou o Decreto 9057/2017, que desburocratiza a abertura de novos polos para que a educação a distância seja ampliada, abrangendo ainda mais alunos que desejam ingressar no ensino superior.

Caso você faça parte do time de estudantes que pensam em estudar a distância, fique com a gente que caprichamos neste guia com tudo o que você precisa saber a respeito do tema. Assim, após a leitura, poderá tomar a decisão com mais certeza!

Vamos lá?

Podcast: guia completo EAD

O que é EAD?

Em primeiro lugar, precisamos desmistificar o termo EAD. Isso porque, quando pensamos em educação a distância, temos a ideia de que a internet é o único canal para que a modalidade se viabilize. Porém, estudar sem ser presencialmente vem bem antes do advento da internet. Olha só: em 1935, as pessoas já podiam estudar a distância por meio do rádio, sabia? Funciona assim: com data e hora marcadas, conhecimentos sobre diversos assuntos, principalmente técnicos, eram transmitidos para que todos pudessem ter acesso à educação mesmo de longe.

Pulando um pouco as décadas, em 1923 o Brasil passou a transmitir o ensino por meio de cursos no rádio e, em 1970, se deu o boom dos cursos a distância pela TV, com a estreia do Telecurso 2000. Dali pra cá, podemos dizer que a educação a distância só cresceu, por conta das transmissões por satélites e, claro, do surgimento da internet – o maior canal de busca por conhecimento que temos hoje. Dessa forma, é fácil encontrar com uma simples busca no Google cursos de extensão, profissionalizantes, de graduação e pós-graduação, livres ou técnicos – alguns gratuitos e, outros, com um valor bastante acessível.

Existe também uma plataforma com cursos gratuitos ministrados por faculdades e universidades de todo o mundo – a MOOC.org. São mais de 2.900 cursos disponibilizados com os mais variados temas, sendo uma alternativa bem viável e de fonte bastante renomada para quem procura por um assunto específico e deseja estudar de casa. Vale a pena conferir!

Em resumo, o que queremos dizer aqui é que a educação a distância não se restringe apenas ao conhecimento transmitido pela internet e que a modalidade não é tão nova assim. Se for para explicarmos em poucas palavras do que se trata o EAD, é possível dizer: toda e qualquer transmissão de conhecimento sem que haja a interação física entre os alunos e os professores. Fácil? Sim! Porém, há muito mais a saber sobre o ensino a distância e você pode conferir os benefícios da modalidade logo abaixo.

Como funciona o EAD?

Essa é uma dúvida de muitas estudantes na hora de escolher a educação a distância: “Mas como vão funcionar as aulas?”, “Vou conseguir aprender realmente o que preciso?”, “O curso é levado a sério?”, “Como vou ser avaliado?”. Por isso, apesar de bem simples, vamos contar um pouco como a maioria dos cursos EAD funcionam. Fique com a gente e siga a leitura!

Polos de apoio

Embora a maior parte do tempo o aluno estude on-line, é possível que ele fique mais perto da faculdade indo até um polo presencial. Um polo nada mais é do que uma unidade bastante equipada para dar todo o suporte aos alunos que estudam a distância. Nele, você pode encontrar laboratórios, salas de aula, biblioteca com acervo de livros necessários e funcionários capacitados para atender sempre que precisar. Ou seja, o polo é a ponte entre o aluno EAD e a instituição de ensino superior.

Quer uma dica legal? No polo da faculdade, você vai poder marcar de estudar com demais estudantes da mesma cidade ou mesmo combinar de assistir às aulas juntos, aumentando a interação e aproveitando o tempo para tirar dúvidas com os colegas. Por mais que a modalidade seja a distância, nem sempre você precisa estar longe das pessoas, há sempre uma maneira de interagir com mais alunos.

Avaliações

Achou que, por ser uma graduação a distância, a avaliação é “meia boca”? Engano seu. O Ministério da Educação (MEC) faz marcação cerrada com as instituições para que elas mantenham o nível dos cursos a distância no mesmo patamar que os presenciais, para que os estudantes obtenham um diploma com o mesmo valor para o mercado de trabalho.

Por conta disso, assistir às aulas, participar dos plantões de dúvida, realizar as avaliações e entregar trabalhos são tarefas imprescindíveis que os estudantes devem realizar para ganhar nota. As provas, por regra do MEC, são feitas presencialmente, garantindo ainda mais a qualidade do ensino EAD. Para isso, você vai precisar ir até o polo de apoio presencial mais próximo para as avaliações, na hora e data marcadas.

Comunicação entre aluno e professor

Diferente do que muitos podem pensar, a interação entre os alunos que estudam a distância e os professores responsáveis pelas disciplinas é bem grande, já que existem ferramentas tecnológicas disponíveis para que isso se dê, além do ambiente virtual de aprendizagem (por onde todo o conteúdo é disponibilizado), chats e fóruns de discussões que ajudam para que a comunicação e o diálogo sejam ainda maiores – não só com os professores, mas entre os próprios alunos.

Por que fazer um curso EAD?

Apesar de não ser uma modalidade tão nova e já ter uma quantidade boa de estudantes adeptos, a forma como o estudo a distância funciona ainda gera muita dúvida nas pessoas. A verdade é que muitos estudantes não sabem quais são as vantagens e/ou desvantagens de um curso EAD. Por conta disso, e para tirar todas as suas dúvidas, criamos uma lista abaixo com alguns dos bons motivos que você tem para fazer uma graduação on-line.

EAD: Guia completo da graduação a distância

Mais flexibilidade

Uma das maiores vantagens de fazer uma graduação a distância é a flexibilidade com o horário, uma vez que é você quem vai criar a própria rotina de estudos. Isso é bem legal para quem trabalha e quer se graduar, por exemplo, já que é possível escolher o melhor horário para se dedicar aos estudos.

A modalidade EAD também é uma ótima pedida para quem precisa cuidar da casa e dos filhos pequenos, já que não é preciso se deslocar até a faculdade para estudar ou mesmo ficar tanto tempo longe de casa. Dessa forma, estudando quando e onde puder, é possível investir em um futuro melhor sem abrir mão das tarefas do dia a dia.

Mensalidades mais baratas

Não há como negar: um dos motivos pelos quais os estudantes têm optado cada dia mais por uma graduação on-line é o custo mais baixo. Por não precisar de uma infraestrutura grande como a de cursos presenciais, o EAD torna-se mais barato para a universidade e, consequentemente, possui um preço mais acessível.

Salas de aula equipadas, presença dos professores no local e limite de vagas por turma são alguns “empecilhos” da graduação presencial que não existem na on-line – na qual, por serem gravadas, as aulas podem ser passadas e transmitidas para milhares de alunos em todo o país e a qualquer momento. Essa é uma vantagem do ambiente virtual de aprendizagem: não há limite de vagas em uma sala virtual, ela comporta quantos estudantes forem necessários, e os conteúdos disponibilizados ficam armazenados on-line de modo que cada pessoa pode assistir quando, onde e quantas vezes quiser.

Todas essas facilidades de acesso faz com que o custo do curso fique baixo e, por isso, as mensalidades são bem menores que a de um curso presencial, o que não compromete a qualidade do ensino caso o aluno seja comprometido com os estudos mesmo sem estar dentro de um espaço físico e com a presença de professores o tempo todo.

Aqui, vale uma ressalva a você que está pensando no EAD: estudar a distância realmente é uma opção boa, mas é preciso ter foco e comprometimento para manter bons resultados ao longo do curso, beleza? A qualidade do ensino é a mesma, mas demanda muito mais de você do outro lado da tela!

Mais perto, mais acessível

Sabe aquele sonho de estudar em uma faculdade renomada, mas que fica longe de você? Com o ensino a distância, isso é possível: você pode estudar com qualidade sem precisar mudar de cidade. Além disso, é uma ótima opção para seguir os estudos em um ritmo mais tranquilo, caso fique doente ou precise de um tempo para outras atividades.

Em resumo, tendo uma internet boa à disposição, você consegue estudar de onde e quando quiser e com a qualidade que sempre quis. Entre as faculdades mais procuradas para o EAD, estão:

Qualidade de ensino

Um dos mitos que precisamos derrubar é a de que a graduação a distância possui uma qualidade mais baixa que a dos cursos presenciais – a qualidade é a mesma! Isso porque o MEC possui um critério de avaliação bem alto e, para que os polos se mantenham abertos e as faculdades com boas notas, o ensino precisa ser de qualidade. Por isso, não há distinção alguma entre o conteúdo passado no curso presencial e no curso EAD, além das disciplinas serem as mesmas e a carga horária idêntica nas duas modalidades.

E tem mais: a qualificação dos professores é bem alta e, assim como os docentes de uma graduação presencial, os dos cursos on-line também precisam ter diploma de ensino superior e, obrigatoriamente, uma pós-graduação, aumentando ainda mais o nível de conhecimento transmitido aos alunos.

EAD e o mercado de trabalho

Outro ponto que também precisamos desmistificar é em relação a validade do diploma do curso a distância. Apesar de muitos estudantes acharem que não, o diploma EAD possui o mesmo valor que o presencial para o mercado de trabalho, basta que a instituição de ensino seja credenciada pelo MEC e que os critérios de avaliação estejam em dia.

Porém, para evitar qualquer tipo de especulação quanto à qualidade do diploma de uma graduação a distância, o Ministério da Educação determina, inclusive, que a informação sobre a modalidade do curso (a distância ou presencial) não deve contar no diploma. Massa, né? Isso evita qualquer tipo de preconceito no mercado de trabalho e contribui para que todos os alunos tenham as mesmas chances de empregabilidade.

Como escolher um curso a distância?

Bom, agora você já viu os motivos suficientes que tem para ingressar em uma graduação EAD, não é? Só que, para que tudo flua da melhor maneira e os seus estudos sejam realmente de qualidade, é importante saber como escolher a melhor instituição de ensino superior e o melhor curso que ela oferece na modalidade a distância.

Como fazer isso? Se liga nas dicas abaixo!

A universidade precisa ser credenciada do MEC

Para avaliar se uma instituição de ensino é de boa qualidade, a dica é procurar saber se ela é credenciada junto ao MEC. Isso porque o credenciamento já garante alguns pontos importantes: uma vez aberta, a faculdade precisa ter autorização do órgão público para ofertar os cursos de graduação e pós-graduação.

Porém, o MEC só autoriza depois de uma auditoria em cima da infraestrutura da faculdade, dos docentes que vão ministrar as disciplinas e da qualidade dos cursos ofertados, sejam eles presenciais ou on-line. E olha só: para descobrir se a instituição que você deseja ingressar é credenciada, basta fazer uma consulta rápida no site do e-MEC.

O curso também precisa ser reconhecido pelo MEC

Assim como feito com as novas universidades, quando novos cursos são lançados, eles precisam ser informados ao MEC para que o órgão público autorize o funcionamento. Com a primeira turma na metade da graduação, a instituição recebe uma banca avaliadora que informa se tal curso pode continuar em vigor ou não. Nessa auditoria, no entanto, são avaliados a infraestrutura, a capacidade do corpo docente e todo o conteúdo programado.

Esse ponto é ainda mais importante quando falamos de graduação a distância, uma vez que a auditoria avalia também a ferramenta principal que possibilita a aprendizado on-line, o AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem).

Somente depois da curadoria do MEC, é que o curso recebe o reconhecimento e ganha a permissão de emitir os diplomas. Se, por algum motivo, algum critério avaliado estiver fora do padrão, ainda é dada uma segunda chance para que a instituição de ensino regularize o que precisa e, caso isso não seja feito em determinado espaço de tempo, o curso não é reconhecido e os alunos, por consequência, ficam sem seus diplomas.

Mas, não precisa se desesperar: é bem difícil uma faculdade manter um curso aberto sem que o MEC tenha feito toda a curadoria necessária (aliás, a porcentagem de faculdades que tentam “burlar” esse sistema é baixíssima, mas é bom ficar atento). Por outro lado, só estamos contando como todo esse processo é sério para que você entenda que a validação do órgão público é importante para que a sua formação seja de excelência, beleza? Por isso, não deixe de fazer as pesquisas para garantir que curso e universidade estejam dentro dos padrões e bora estudar!

EAD e presencial: é possível fazer os dois juntos?

Outro motivo pelo qual as pessoas buscam uma graduação EAD é a possibilidade de acelerar os estudos fazendo dois cursos ao mesmo tempo. Geralmente, como o aluno já faz uma graduação presencial, ele opta por fazer a segunda na modalidade a distância para poder fazer a sua própria rotina de estudos. E tem mais: para não precisar prestar outro vestibular, o estudante pode utilizar a nota do Enem para ingressar no segundo curso (basta conferir se a faculdade permite essa forma de entrada).

Porém, é importante saber que um aluno não pode ocupar duas vagas de universidades públicas ao mesmo tempo, ou seja, fazer dois cursos juntos só é possível se:

  • As duas graduações forem de universidades particulares;
  • Uma graduação for de uma universidade particular e a outra de uma pública.

Aqui, vale outro ponto de atenção: apesar de ser uma boa opção para quem precisa correr um pouco com os estudos para melhorar o desempenho no mercado de trabalho, por exemplo, cursar duas graduações ao mesmo tempo requer um foco ainda maior e é preciso ter a certeza de que vai conseguir dar conta dos dois cursos antes de embarcar nessa. Caso já tenha se decidido por seguir com dois cursos juntos, é melhor que um deles seja a distância, para que você consiga conciliar a rotina de estudos e se organize com o tempo, ok?

Pós-graduação a distância: tem como?

Se uma graduação a distância já tem estado no radar de muitos estudantes que precisam de mais flexibilidade de tempo, imagine para quem já está no mercado de trabalho e precisa adquirir mais conhecimento para crescer?

Pois é, a procura de profissionais que buscam estudar para aprimorar o conhecimento é cada vez mais crescente e, por isso, a pós-graduação EAD tem aumentado nos últimos anos. O motivo disso é claro: as pessoas têm cada vez menos tempo para modelos engessados de estudos, com data e hora marcadas para as aulas, e procuram por modalidades mais flexíveis de tempo.

Uma pós-graduação é importante para renovar conhecimentos, adquirir novas habilidades e fazer networking, além de ser a chave para crescer profissionalmente, receber uma promoção de emprego e subir de cargo.

Ficou interessado? Existem várias instituições de ensino que já disponibilizam a pós-graduação na modalidade a distância, basta garantir que ela esteja credenciada no site do e-MEC para garantir a qualidade de ensino. Entre os cursos mais buscados para a pós EAD, estão:

  • Gestão de Pessoas;
  • Design de Interiores;
  • Gestão de Projetos;
  • Engenharia de Segurança do Trabalho;
  • Ciência de Dados;
  • Engenharia de Software.

Considerações

Gostou do nosso guia da graduação a distância? Caso já esteja convencido de que essa é a modalidade ideal para você, chegou a hora de conhecer as possibilidades de bolsas de estudos para o curso EAD. Para isso, clique aqui e continue no nosso blog!

Quero receber notícias do PRAVALER

Preencha o campo abaixo com seu e-mail e fique sabendo tudo sobre o PRAVALER em primeira mão.